Abrir menu principal

Marcelo Cordeiro

futebolista brasileiro
(Redirecionado de Marcelo Cordeiro de Souza)
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Marcelo Cordeiro de Souza, mais conhecido como Marcelo Cordeiro (Niterói, 4 de dezembro de 1981), é um futebolista brasileiro que atua como lateral-esquerdo. Atualmente joga pelo São Bento.[3]

Marcelo Cordeiro
Informações pessoais
Nome completo Marcelo Cordeiro de Souza
Data de nasc. 4 de dezembro de 1981 (37 anos)
Local de nasc. Niterói, Rio de Janeiro (RJ),  Brasil
Nacionalidade brasileira
Altura 1, 75 m[1]
Canhoto
Informações profissionais
Período em atividade 2001 no desporto–presente (18 anos)
Clube atual São Bento
Posição Lateral-esquerdo e Ala-esquerdo
Clubes de juventude
2001 Vasco da Gama Sub-20
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2001
2002
2002
2003–2006
2006–2007
2007
2007
2008
2008
2009–2011
2010
2011
2012–2013
2013–2014
2014
2015
2015
2016
2016
2016–
Vasco da Gama
Bragantino
Rio Claro-SP
Democrata
Villa Rio
Botafogo-SP
Caxias
Atlético Sorocaba
Vitória
Internacional
Botafogo (emp.)
Portuguesa (emp.)
Portuguesa
Sport
Metropolitano
São Bento
Red Bull Brasil
São Bento
Vila Nova
São Bento








0033 0000(5)
0040 0000(3)[2]
0049 0000(7)
0052 0000(6)
0053 0000(6)
0037 0000(2)
0008 0000(1)
0013 0000(3)
0007 0000(0)
0016 0000(5)
0028 0000(1)
0062 0000(7)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 22 de fevereiro de 2019.

Índice

CarreiraEditar

Revelado pelo Vasco, o lateral Marcelo Cordeiro demorou para despontar para o grande cenário do futebol brasileiro. Seu início de carreira foi marcado por passagem por uma série de clubes pequenos. E por um deles que demonstrou que, apesar de atuar como lateral, tem um grande poder ofensivo. Foi o vice-artilheiro do Campeonato Paulista da Série A2 de 2008, com doze gols pelo Clube Atlético Sorocaba.

Comandado pelo técnico Vágner Mancini quando atuava pelo clube de Sorocaba, Marcelo Cordeiro foi indicado por ele quando este assumiu o comando do Vitória, para a disputa do Brasileirão 2008. Terminou o Campeonato Brasileiro como um dos artilheiros da equipe baiana, com cinco gols, além de um dos grandes destaques do time. Em 23 de novembro de 2008, chegou a marcar um gol de bicicleta contra o Grêmio, no Barradão.[4]

Em janeiro de 2009, acertou com o Internacional. Não teve muitas chances como titular, sendo o reserva imediato de Kléber na lateral-esquerda, sendo também aproveitado no meio-de-campo. Cordeiro marcou três gols pelo Inter, sendo que dois deles saíram logo depois de entrar no segundo tempo de duas partidas.

Ao final da temporada, acertou sua ida para o Botafogo, por empréstimo, e permaneceu no clube carioca por um ano. No alvinegro carioca, se destacou pelo eficiente apoio ofensivo, com o qual marcou gols frequentes e ajudou o time no estadual. Com o apoio de parentes que torcem pelo Fogo, Marcelo afirmou na época que queria ser lembrado como "o camisa 6 do Botafogo", esperando honrar outro ídolo que vestiu a mesma camisa no clube carioca, Nílton Santos.[5]

Em 2011, não renovou com o Botafogo e foi contratado, novamente por empréstimo, desta vez pela Portuguesa por um ano, onde fez parte do elenco que conseguiu uma campanha memorável, sendo campeão brasileiro da Série B 2011 com muitas rodadas de antecedência. No final de 2011, quando seu contrato com o Internacional terminou, assinou com a Portuguesa em definitivo até o final de 2013.[6] No jogo contra o Guaratinguetá, completou 100 jogos pela Lusa. [7]

Em abril, fechou com o Sport até novembro de 2014. [8]

Em dezembro de 2015, fechou com o São Bento para a disputa do Campeonato Paulista de 2015.

Já em maio de 2016, após o fim do Paulistão, Marcelo Cordeiro acertou com o Vila Nova.

TítulosEditar

Referências