Marco Áquila Juliano

Marco Áquila Juliano (em latim: Marcus Aquila Iulianus) foi um senador romano eleito cônsul em 38 com Públio Nônio Asprenas[1][2][3]. Seu pai chamava-se Caio Júlio. Aparentemente foi adotado por Marco Arrúncio Áquila, cônsul sufecto em 66[4].

Marco Áquila Juliano
Cônsul do Império Romano
Consulado 38 d.C.

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Cneu Acerrônio Próculo

com Caio Petrônio Pôncio Nigrino
com Calígula I (suf.)
com Cláudio I (suf.)
com Aulo Cecina Peto (suf.)
com Caio Canínio Rébilo (suf.)

Marco Áquila Juliano
38

com Públio Nônio Asprenas
com Sérvio Asínio Céler (suf.)
com Sexto Nônio Quintiliano (suf.)

Sucedido por:
'Calígula II

com Lúcio Aprônio Cesiano
com Quinto Sanquínio Máximo (suf.)
com Cneu Domício Córbulo (suf.)
com Aulo Dídio Galo (suf.)
com Cneu Domício Afer (suf.)


Referências

  1. Dião Cássio, História Romana LIX 9,1.
  2. Frontino Aq. 13.
  3. CIL II 5, 732 = HEp . 6, 647 = AE 1994, 923, Cauche el Viejo (Espanha); CIL VI, 811, Roma (Itália); CIL VI, 2028 = CIL VI, 32344 = AE 1983, 95, Roma (Itália); CIL X, 6638, Âncio (Itália); AE 1997, 1221b, Ottmanach (Áustria)
  4. Olli Salomies. Adoptive and Polyonymous Nomenclature in the Roman Empire. The Finish Society of Sciences and Letters, 1992. р. 22.

BibliografiaEditar

  • Rohden, P. A. "Aquila" 9, RE, vol. II.1 Stuttgart, 1895, col. 314-315.