Marco Ânio Afrino

Marco Ânio Afrino (em latim: Marcus Annius Afrinus) foi um senador romano nomeado cônsul sufecto para o nundínio de julho a agosto de 66 com Caio Pácio Africano. Entre 49 e 54 foi legado imperial da Galácia.[1]

Marco Ânio Afrino
Cônsul do Império Romano
Consulado 66 d.C.

Data do consuladoEditar

O historiador Paulo Gallivan data o consulado de Afrino e Africano em 67 em sua obra "Reign of Nero" ("Reinado de Nero"). Contudo, Giuseppe Camodeca publicou uma das "Tabulae Herculei" que mostra que Ápio Ânio Galo e Lúcio Verulano Severo foram cônsules sufectos a partir de 4 de novembro de um ano indeterminado, provando que o ano deles seria 67, dado que já são conhecidos os cônsules deste período em 66.[2]

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Aulo Licínio Nerva Siliano

com Marco Júlio Vestino Ático
com Públio Pasidieno Firmo (suf.)
com Caio Pompônio Pio (suf.)
com Caio Anício Cerial (suf.)

Caio Lúcio Telesino
66

com Caio Suetônio Paulino
com Marco Ânio Afrino (suf.)
com Caio Pácio Africano (suf.)
com Marco Arrúncio Áquila (suf.)
com Marco Vécio Bolano (suf.)

Sucedido por:
'Lúcio Júlio Rufo

com Fonteio Capitão
com Lúcio Aurélio Prisco (suf.)
com Ápio Ânio Galo (suf.)
com Lúcio Verulano Severo (suf.)


Referências

  1. Belke, Klaus (1984). Tabula Imperii Byzantini, Band 4: Galatien und Lykaonien (em inglês). Vienna: Verlag der Österreichischen Akademie der Wissenschaften. ISBN 978-3-7001-0634-0 
  2. AE 1993, 460 = Giuseppe Camodeca, Bolletino del Centro internazionale per lo studio dei papyri ercolanesi, 23 (1993), 109-119)