Abrir menu principal

Marco Domício Calvino (pretor em 80 a.C.)

Marco Domício Calvino (em latim: Marcus Domitius Calvinus; m. 79 a.C.), ou possivelmente Lúcio Domício Calvino[nota 1], foi um político e general romano morto logo no início da Guerra Sertoriana.

CarreiraEditar

Calvino era membro da gente plebeia Domícia e foi eleito pretor por volta de 80 a.C.[2][nota 2].

No ano seguinte (79 a.C.), foi nomeado governador proconsular da Hispânia Citerior[4] e seu mandato coincidiu com o início da Guerra Sertoriana. Quinto Sertório, um adversário do ditador Sula, havia desembarcado na Hispânia Ulterior, onde derrotou o governador propretoriano, Lúcio Fufídio, que pediu ajuda a Calvino[5]. Nesse ínterim, o Senado Romano decidiu que um comandante mais experiente era necessário para enfrentar Sertório e a decisão foi transformar a Hispânia Ulterior numa província consular para que Quinto Cecílio Metelo Pio pudesse ser nomeado seu governador com a missão de assumir o comando geral da guerra contra Sertório[6].

Foi nesta época que, com Metelo Pio ainda à caminho ou já instalado em sua nova província, que Calvino invadiu a Hispânia Ulterior, mas encontrou seu caminho bloqueado pelo legado Lúcio Hirtuleio, o questor de Sertório, que havia fortificado Consabura. Depois de pedir ajuda a Metelo Pio, Calvino acabou sendo obrigado a enfrentar Hirtuleio às margens do rio Anas[7]. Calvino foi morto em combate e seu exército foi completamente derrotado[8][9][10].

Sem saber do desastre, Metelo Pio enviou um legado chamado Tório para ajudar Calvino, mas ele também foi derrotado, mas por Sertório. O substituto de Calvino como governador da Citerior foi Quinto Calídio[11].

NotasEditar

  1. O prenome de Domício é Marco em Lívio e Lúcio em Eutrópio, enquanto que o cognome "Calvino" é a correção de Broughton para o texto de Plutarco[1].
  2. As datas de seu pretorado e de seus postos posteriores são incertas. É possível que ele tenha sido pretor em 81 a.C., o que adiantaria a data de seu proconsulado e morte para 80 a.C.[3].

Referências

  1. Broughton, pg. 85
  2. Broughton, pg. 79
  3. Broughton, The Magistrates of the Roman Republic, Vol III (1986), pg. 84
  4. Broughton, pg. 84
  5. Broughton, T. Robert S., The Magistrates of the Roman Republic, Vol III (1986), pgs. 93-94
  6. Broughton, pg. 84; Brennan, pg. 506
  7. Brennan, pgs. 505-506
  8. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Sertório 12
  9. Lívio, Ab Urbe Condita, Periochae 90
  10. Eutrópio VI. 1
  11. Brennan, pg. 506

BibliografiaEditar