Marco Peduceu Priscino

Marco Peduceu Priscino (em latim: Marcus Peducaeus Priscinus) foi senador romano eleito cônsul em 110 com Sérvio Cornélio Cipião Salvidieno Orfito[1][2].

Marco Peduceu Priscino
Cônsul do Império Romano
Consulado 110 d.C.

BiografiaEditar

Priscino veio de uma família republicana, a gente Peduceia[3], e era filho de Quinto Peduceu Priscino, cônsul em 93. Seu filho, Marco Peduceu Estloga Priscino, foi cônsul em 141[4]. O único posto conhecido em sua carreira foi o de procônsul da Ásia entre 124 e 125[5].

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Aulo Cornélio Palma Frontoniano II

com Públio Calvísio Tulo Rusão
com Lúcio Ânio Largo (suf.)
com Cneu Antônio Fusco (suf.)
com Caio Júlio Antíoco Epifanes Filopapo (suf.)
com Caio Abúrnio Valente (suf.)
com Caio Júlio Próculo (suf.)

Marco Peduceu Priscino
110

com Sérvio Cornélio Cipião Salvidieno Orfito
com Caio Avídio Nigrino (suf.)
com Tibério Júlio Áquila Polemeano (suf.)
com Lúcio Catílio Severo Juliano Cláudio Regino (suf.)
com Caio Eruciano Silão (suf.)
com Aulo Lárcio Prisco (suf.)
com Sexto Márcio Honorato (suf.)

Sucedido por:
'Caio Calpúrnio Pisão

com Marco Vécio Bolano
com Tito Avídio Quieto (suf.)
com Lúcio Égio Márulo (suf.)
com Lúcio Otávio Crasso (suf.)
com Públio Célio Apolinário (suf.)


Referências

  1. Alison E. Cooley, The Cambridge Manual of Latin Epigraphy (Camrbidge: University Press, 2012), pp. 467ss
  2. CIL XV, 18
  3. Géza Alföldy, Konsulat und Senatorenstand unter den Antoninen (Bonn: Habelt Verlag, 1977), p. 304
  4. Alföldy, Konsulat und Senatorenstand, p. 323
  5. Alföldy, Konsulat und Senatorenstand, p. 120 n. 55