Marco Semprônio Tuditano (cônsul em 185 a.C.)

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Marco Semprônio Tuditano.
Marco Semprônio Tuditano
Cônsul da República Romana
Consulado 185 a.C.
Morte 174 a.C.

Marco Semprônio Tuditano (m. 174 a.C.; em latim: Marcus Sempronius Tuditanus) foi um político da gente Semprônia da República Romana eleito cônsul em 185 a.C. com Ápio Cláudio Pulcro.

Primeiros anosEditar

Tuditano foi tribuno da plebe em 193 a.C. e, durante seu mandato, propôs um plebiscito para estender aos latinos e aos aliados italianos as mesmas condições dos romanos para empréstimos em dinheiro, principalmente para evitar a usura (Lex Sempronia de pecunia credita). Em 189 a.C., foi pretor na Sicília.

Consulado (185 a.C.)Editar

Foi eleito cônsul em 185 a.C. com Ápio Cláudio Pulcro. Seu mandato foi marcado pela guerra na Ligúria, para onde foram novamente enviados os dois cônsules. Tuditano derrotou os apuanos e Cláudio conseguiu conquistar os ingaunos.

Anos finaisEditar

Tuditano tentou reeleger-se no ano seguinte, mas foi derrotado. Foi nomeado pontífice nos anos seguintes e morreu em 174 a.C. durante uma grave epidemia que devastou a cidade de Roma[1].

Ver tambémEditar

Cônsul da República Romana
 
Precedido por:
'Espúrio Postúmio Albino

com Quinto Márcio Filipo

Ápio Cláudio Pulcro
185 a.C.

com Marco Semprônio Tuditano

Sucedido por:
'Públio Cláudio Pulcro

com Lúcio Pórcio Licino


Referências

BibliografiaEditar

Fontes primáriasEditar

Fontes secundáriasEditar