Marco Tício Lústrico Brutiano

político

Marco Tício Lústrico Brutiano (em latim: Marcus Titius Lustricus Bruttianus) — ou Lustrício Brutiano (em latim: Lustricius Bruttianus) segundo Plínio, o Jovem — foi um senador e general romano nomeado cônsul sufecto para o nundínio de setembro a dezembro de 108 com Quinto Pompeu Falcão[1].

Marco Tício Lústrico Brutiano
Cônsul do Império Romano
Consulado 108

CarreiraEditar

Entre 2011 e 2014, foi descoberta em Vasio Vocontiorum, sua cidade natal, uma inscrição que preservou seu nome completo e sua carreira. Segundo ela, além de dois mandatos como tribuno legionário, um dos quais durante a Campanha dácia de Trajano, Brutiano serviu duas vezes na Acaia, primeiro como questor e depois como procônsul, como legado do procônsul da África, como legado imperial da Cilícia, como legado militar na Germânia Inferior e na Germânia Superior e finalmente como comandante da Legio X Fretensis, um posto que na época também equivalia a funções administrativas nas províncias da Judeia e Arábia Pétrea.

Antes desta descoberta, Brutiano era conhecido apenas através de uma carta de Plínio, o Jovem. Ele descreve um julgamento perante o imperador Trajano no qual Brutiano processou seu conde, Montânio Aticiano, acusado de diversas atrocidades. O julgamento terminou favoravelmente a Brutiano, que aumentou seu prestígio pessoal por causa do julgamento[2].

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Lúcio Licínio Sura III

com Quinto Sósio Senécio II
com Caio Minício Fundano (suf.)
com Caio Vetênio Severo (suf.)
com Caio Júlio Longino (suf.)
com Quinto Valério Paulino (suf.)

Ápio Ânio Trebônio Galo
108

com Marco Ápio Brádua
com Adriano (suf.)
com Marco Trebácio Prisco (suf.)
com Quinto Pompeu Falcão (suf.)
com Marco Tício Lústrico Brutiano (suf.)

Sucedido por:
'Aulo Cornélio Palma Frontoniano II

com Públio Calvísio Tulo Rusão
com Lúcio Ânio Largo (suf.)
com Cneu Antônio Fusco (suf.)
com Caio Júlio Antíoco Epifanes Filopapo (suf.)
com Caio Abúrnio Valente (suf.)
com Caio Júlio Próculo (suf.)


Referências

BibliografiaEditar

  • Werner Eck: Diplome, Konsuln und Statthalter: Fortschritte und Probleme der kaiserzeitlichen Prosopographie. In: Chiron. Band 34, 2004, S. 27–32.