Marco Túlio Décula

Marco Túlio Décula
Cônsul da República Romana
Consulado 81 a.C.

Marco Túlio Décula (em latim: Marcus Tullius Decula) foi um político da gente Túlia da República Romana eleito cônsul em 81 a.C. com Cneu Cornélio Dolabela, durante a ditadura de Lúcio Cornélio Sula.

CarreiraEditar

Segundo as fontes antigas, seu consulado foi apenas nominal, pois Sula detinha todo o poder em suas mãos[1]. Não se sabe mais nada sobre ele, exceto que foi filho de um "Marco Túlio" e neto de um "Aulo Túlio"[2]. Certamente era um aliado dos optimates de Sula, o vencedor da recém-acabada guerra civil.

Ver tambémEditar

Cônsul da República Romana
 
Precedido por:
'Caio Mário, o Jovem

com Cneu Papírio Carbão III

Cneu Cornélio Dolabela
81 a.C.

com Marco Túlio Décula

Sucedido por:
'Lúcio Cornélio Sula

com Quinto Cecílio Metelo Pio


Referências

  1. Cícero, De Leg. Agr. II 14; Aulo Gélio, Noites Áticas XV 28; Apiano, De Bellis Civilibus I 100.
  2. Fastos Capitolinos

BibliografiaEditar