Abrir menu principal

Marcolino Esmeraldo de Souza Dantas

Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Marcolino Esmeraldo de Souza Dantas
Arcebispo da Igreja Católica
Arcebispo da Natal
Atividade Eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Natal
Nomeação 1 de março de 1929
Predecessor Dom José Pereira Alves
Sucessor Dom Nivaldo Monte
Mandato 1929 - 1967
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 30 de outubro de 1910
Nomeação episcopal 1 de março de 1929
Ordenação episcopal 19 de maio de 1929
por Dom Augusto Álvaro Cardeal da Silva
Lema episcopal "Mihi vivere is Christus"
Nomeado arcebispo 16 de fevereiro de 1952
Brasão arquiepiscopal
Template-Metropolitan Archbishop.svg
Dados pessoais
Nascimento Inhambupe
22 de janeiro de 1888
Morte Natal
8 de abril de 1967 (79 anos)
Nacionalidade brasileiro
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Marcolino Esmeraldo de Souza Dantas (Inhambupe, 22 de Janeiro de 1888Natal, 8 de Abril de 1967) foi um Arcebispo Católico. Foi 4º Bispo de Natal, posteriormente seu 1º Arcebispo. Teve como Sagrante Principal Dom Augusto Álvaro Cardeal da Silva e consagrantes Dom Ranulfo da Silva Farias e Dom Ático Eusébio da Rocha.

EpiscopadoEditar

Dom Marcolino, foi durante 38 anos Arcebispo de Natal (teve o Governo mais longo da Arquidiocese de Natal), durante esse grande Bispado Ele conseguiu grandes feitos para, então, Diocese. Como a construção do Prédio do Seminário de São Pedro, o dispensário Sifrônio Barreto, o Santuário de Santa Terezinha no Tirol, lançou a idéia de uma Nova Catedral, restaurou o jornal Diocesano, criou 11 Paróquias. Em 1945 comemorou os 300 anos do Martírio de Cunhaú e de Uruaçú e, em 1953 os 200 anos de aparição da imagem de Nossa Senhora da Apresentação. Foi grande incentivador dos Congressos Eucarísticos Paroquiais. Em 1952 pela Bula “Arduum Onus” do Papa Pio XII, a diocese de Natal passa a se tornar Arquidiocese de Natal com duas Dioceses sufragâneas Caicó e Mossoró, que foram criadas no governo de Dom Marcolino. A partir de 1952 Dom Marcolino se torna o primeiro Arcebispo Metropolitano de Natal.

Ordenações EpiscopiasEditar

Dom Marcolino foi o principal sagrante de:

Dom Marcolino fo Consagrante de:

Precedido por
Dom José Pereira Alves
Arcebispo de Natal
1967 - 1988
Sucedido por
Dom Nivaldo Monte

ReferênciasEditar