Abrir menu principal

Marechal Floriano

Município brasileiro no estado do Espírito Santo
Disambig grey.svg Nota: Para ex-presidente do Brasil, veja Floriano Peixoto.

Marechal Floriano é um município do estado do Espírito Santo no Brasil. Situa-se na latitude 20º84'41 S e longitude 49º40'58 W e possui uma área de 286,102 km², uma altitude de 560 m. A cidade encontra-se às margens da BR-262, que liga Vitória a Belo Horizonte, no km 45.

Município de Marechal Floriano
"Cidade das Orquídeas"
Marechal Floriano 020.jpg

Bandeira de Marechal Floriano
Brasão de Marechal Floriano
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 30 de outubro de 1991
Gentílico florianense
Prefeito(a) Cacau Lorenzoni
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Marechal Floriano
Localização de Marechal Floriano no Espírito Santo
Marechal Floriano está localizado em: Brasil
Marechal Floriano
Localização de Marechal Floriano no Brasil
20° 24' 46" S 40° 40' 58" O20° 24' 46" S 40° 40' 58" O
Unidade federativa Espírito Santo
Mesorregião Central Espírito-santense IBGE/2008 [1]
Microrregião Afonso Cláudio IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Domingos Martins, Alfredo Chaves, Viana e Guarapari.
Distância até a capital 50 km
Características geográficas
Área 286,102 km² [2]
População 14 249 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 49,8 hab./km²
Altitude 544 m
Clima tropical de altitude
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,71 alto PNUD/2010[4]
PIB R$ 182 397,907 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 13 809,65 IBGE/2008[5]

O município foi predominantemente colonizado por alemães e italianos, os quais influenciaram diretamente a cultura do município. Traços dessa cultura podem ser percebidos na sua culinária, na dança, na música e na arquitetura presentes na cidade.

A cidade está localizada na região montanhosa do Espírito Santo, cercada pela Mata Atlântica, inclusive sendo uma das regiões do Espírito Santo que possui ainda uma das partes mais conservada desse Bioma, fato que contribui para o seu típico clima agradável durante a maior parte do ano. O relevo é montanhoso, acidentado, formado por terras denominadas "frias". A localização geográfica do município e suas características fazem dele um lugar especial para se apreciar a natureza e fazer passeios ecológicos.

O fato da Mata Atlântica abranger boa parte de sua extensão territorial, o município possui uma grande quantidade e variedade de orquídeas em sua flora, sendo a cidade de Marechal Floriano considerada a "Cidade das Orquídeas".

HistóriaEditar

Essa cidade recebeu o seu nome em homenagem ao primeiro vice-presidente da República, Marechal Floriano Peixoto, em 13 de maio de 1900, por ocasião de sua visita ao Estado para a inauguração da Rede Ferroviária Leopoldina Railway. Antes disso a cidade era chamada de Braço do Sul referente a um afluente do rio Jucu, que corta o município.

 
Estação Ferroviária de Marechal Floriano - ES
 
Prédio da prefeitura.

Marechal Floriano recebeu colonização de pessoas oriundas da Alemanha e Itália. Essas pessoas vieram para o Brasil devido a uma enorme crise econômica que abatia a Europa e também o Brasil. A Europa passava por dificuldades em decorrência das Guerras Napoleônicas que causaram grande miséria, fome e desemprego. O Brasil, por sua vez, passava por uma fase difícil por causa da mudança da mão de obra escrava para a assalariada e livre. No início foram trinta e nove famílias provenientes da Prússia Romana que vieram para a região. No dia 21 de Dezembro de 1846 chegaram a Vitória e em seguida, no dia 27 de Janeiro de 1847, subiram as montanhas em direção à Colônia de Santa Isabel, a qual é o primeiro núcleo de colonização em terra capixaba. O local foi fundado por Luiz Pereira de Couto Ferraz, Presidente da Província do Espírito Santo. Graças ao otimismo e à força daqueles que aqui chegaram, povoando vilas e se multiplicando, sua cultura e suas tradições hoje são mantidas, crescendo e oferecendo maiores condições aos que visitam a região.

Em 31 de outubro de 1991, pela lei estadual 4.571/1991, os distritos de Marechal Floriano e Araguaia conseguiram a sua emancipação de Domingos Martins, sendo o 69º Município do Espírito Santo. Posteriormente ainda criando e anexando o novo distrito de Santa Maria de Marechal ao novo município, de acordo com a lei municipal nº 140 de 28 de junho de 1995 sendo a sede Marechal Floriano, hoje conhecida como a "Cidade das Orquídeas".

 
Johann Heinrich Kröhling (1843-1928), o imigrante alemão fundador do distrito de Santa Maria.

Desde sua emancipação o município possuía apenas três distritos: Marechal Floriano (sede), Araguaia e Santa Maria de Marechal. No ano de 2008, por meio de uma lei municipal, foi criado o distrito de Victor Hugo.[6]

GeografiaEditar

O município está encravado na região serrana do Espírito Santo. Essa região possui um relevo bastante acidentado e montanhoso. A sua altitude está em torno de 544 metros acima do nível do mar. Essa região onde situa-se a cidade também há muita remanescência da Mata Atlântica, a qual rodeia toda a cidade que está situada dentro de um vale.

A economia do município circula em torno da agricultura familiar, que é responsável pelo plantio de café, culturas permanentes e temporárias, destacando-se, principalmente, a produção de hortaliças, abastecendo principalmente a região metropolitana de Vitória. A cidade também se destaca no cenário capixaba com a criação de aves para o abate.

ClimaEditar

A cidade é uma referência pelo seu clima. É denominado tropical de altitude, possui uma temperatura amena durante quase o ano inteiro. A temperatura média registrada é de 17,5 °C, com mínima de -3 °C e máxima de 32 °C, além da brisa congelante que a cidade possui, deixando ainda mais agradável a temperatura local.

 
Panorâmica da cidade.

Devido ao clima que a cidade possui, existe grande variedade de orquídeas, que faz com que seja conhecida também por "Cidade das Orquídeas". Contém uma enorme variedade de espécies. Pode-se, inclusive, encontrar na cidade orquidários especializados no assunto para que o turista adquira a sua muda.

VegetaçãoEditar

A vegetação que cerca o município é predominantemente da Mata Atlântica. Devido a essa predominância vegetal, no município ainda é capaz de se encontrar uma grande diversidade da fauna e flora características do bioma da Mata Atlântica. As orquídeas são um grande exemplo do que se pode encontrar.

 
Cattleya Warneri, orquídea típica da região.

Em Marechal existe uma grande variedade de orquídeas, o que proporciona à cidade o título de "Cidade das Orquídeas" por causa da sua grande quantidade e variedade. No entanto, além das orquídeas ainda são capazes de ser encontradas outras espécies de plantas, como a bromélia e algumas árvores que estão em extinção, como o jacarandá, jequitibá, pinhos e canelas.

PopulaçãoEditar

Com 14.249 habitantes, de acordo com dados do IBGE em 2010, o município foi formado principalmente por imigrantes alemães e italianos, que começaram a povoar a região por volta de 1845. Para homenageá-los, anualmente ocorre o festival Italemanha, com manifestações da cultura regional e espetáculos, como música, dança e comidas típicas, contando com a presença de milhares de pessoas.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de agosto de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. «História do município». Prefeitura de Marechal Floriano. Consultado em 27 de abril de 2019 

Ligações externasEditar