Abrir menu principal
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde março de 2015).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde julho de 2013) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Margarida Cardoso
Nascimento 1963 (56 anos)
Tomar
Nacionalidade portuguesa
Ocupação Realizadora
Atividade 1996–presente
Prémios Sophia
Film-award-stub.svg2016 - Melhor Realizador (Yvone Kane)
Outros prémios
Prémio Autores de 2016
IMDb: (inglês)

Margarida Cardoso (Tomar, 1963) é uma realizadora portuguesa.

Índice

BiografiaEditar

Nasceu em Tomar, Portugal (1963) e foi para Moçambique pois o seu pai era militar da Força Aérea. Viveu em Lourenço Marques (hoje Maputo), Beira e Nampula[1] até 1975.

Estudou Imagem e Comunicação Audiovisual na escola António Arroio, em Lisboa. Trabalhou vários anos em França e Portugal como fotógrafa e assistente de realização. Desde 1995 que desenvolve um trabalho muito pessoal entre a ficção e o documentário.  

Foi premiada com o “Léopards de Demain” no 52º Festival de Locarno e a sua primeira longa metragem “A Costa dos Murmúrios”  estreou no Festival de Veneza – Venice Days, 2004.  

Nos últimos anos afirmou-se como um dos nomes mais consistentes do cinema português. "Natal 71" , "Kuxa Kanema - O Nascimento do Cinema" ,  “A Costa dos Murmúrios”  e a sua última longa metragem “Yvone Kane”  têm em comum o interesse pela temática colonial e pós-colonial, numa perspectiva muito singular, explorando a memória, a perca e a culpa.

Em 2005 recebeu a comenda da Ordem do Infante Dom Henrique.

Assistente de realização de Inês de Medeiros e Edgar Pêra. A Costa dos Murmúrios (2004) tornou-se o seu filme mais conhecido.

Na Universidade Lusófona de Lisboa é professora de Cinema, Vídeo e Comunicação Multimédia.[2] É tutora no mestrado Docnomads.

Filmografia (realizadora)Editar

Referências

  1. «Entrevista a Margarida Cardoso, a partir de Yvone Kane | BUALA». www.buala.org. Consultado em 29 de maio de 2018 
  2. «Conversas Cruzadas (Encontros com Criadores) / Biblioteca Municipal Almeida Garrett». Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa. 19 junho 2010. Consultado em 17 de julho de 2013 
  3. a b c d e f «Biografia / Margarida Cardoso». Sapo Cinema. Consultado em 17 de julho de 2013 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.