Abrir menu principal
Maria Augusta da Saxónia
Princesa da Saxónia
Retrato por Joseph Karl Stieler, c. 1839.
Casa Wettin
Nascimento 21 de junho de 1782
  Dresden, Alemanha
Morte 14 de março de 1863 (80 anos)
  Dresden, Alemanha
Enterro Jazigo da Família em Hofkirche, Dresden, Alemanha
Pai Frederico Augusto I da Saxónia
Mãe Amália de Zweibrücken-Birkenfeld
Religião Catolicismo

Maria Augusta Nepomucena Antônia Francisca Xaveria Aloísa da Saxónia (em alemão: Maria Augusta Nepomucena Antonia Franziska Xaveria Aloysia; 21 de junho de 1782 - 14 de março de 1863), foi a única filha do rei Frederico Augusto I da Saxónia e da princesa Amália de Zweibrücken-Birkenfeld. Era sobrinha do rei Maximiliano I José da Baviera.

BiografiaEditar

O seu pai, Frederico Augusto, foi rei da Saxónia e príncipe do ducado de Varsóvia. Foi a sua única filha a chegar à idade adulta. A sua família era pretendente do trono da Polónia (República das Duas Nações) e a constituição de 3 de maio de 1791 nomeava-a como potencial sucessora do trono polaco se a linha masculina da família Wettin se extinguisse. Na Polónia, era chamada "infanta da Polónia".

Os planos para a casar com uma família que conseguisse fortalecer a sua pretensão ao trono da Polónia falharam, uma vez que nenhuma das potências do seu tempo desejava fortalecer a Saxónia ou restaurar o reino da Polónia. Um dos seus pretendentes foi Józef Antoni Poniatowski.

GenealogiaEditar

Referências

  1. The Peerage, consultado a 7 de Junho de 2014
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Maria Augusta da Saxónia