Abrir menu principal
Maria Branković
Princesa da Sérvia
Marquesa consorte de Monferrato
Reinado 8 de julho de 148531 de janeiro de 1494
Antecessor(a) Helena de Brosse
Sucessor(a) Ana de Alençon
 
Cônjuge Bonifácio III de Monferrato
Descendência Guilherme IX de Monferrato
João Jorge de Monferrato
Casa Branković (por nascimento)
Paleóloga (por casamento)
Nascimento c. 1464/66
Morte 27 de agosto de 1495 (29 anos) (ou 31 anos)
Pai Estêvão Branković
Mãe Angelina Arianiti

Maria Branković (em sérvio: Marija ou Марија Бранковић; 1464/6627 de agosto de 1495)[1] foi uma princesa da Sérvia por nascimento e marquesa consorte de Monferrato como a terceira esposa de Bonifácio III de Monferrato.

FamíliaEditar

Maria foi a primeira filha e segunda criança nascida de Estêvão Branković, déspota da Sérvia e de Angelina Arianiti, considerada santa pela Igreja Ortodoxa Sérvia. Seus avós paternos eram Jorge I Branković, rei da Sérvia e Irene Catacuzena. Seus avós maternos eram Jorge Arianiti, nobre da Albânia, e sua primeira esposa, Maria Muzaka. Jorge liderou várias campanhas militares contra o Império Otomano.

Maria teve quatro irmãos, entre eles: Jorge II Branković, déspota da Sérvia; João Branković, déspota da Sérvia; Irene e Milica da Sérvia, princesa da Valáquia como esposa de Neagoe Bassarabe.

BiografiaEditar

Maria casou-se por procuração com o marquês Bonifácio III de Monferrato em 8 de julho de 1485, em Innsbruck, na atual Áustria. Ele era filho de João Jaime de Monferrato e de Joana de Saboia.

A primeira esposa de Bonifácio tinha sido Orvietana de Campofregoso, que não lhe deu filhos. Já sua segunda esposa foi Helena de Brosse, com quem teve um filho que morreu jovem.

O marquês morreu em 31 de janeiro de 1494. Viúva, Maria governou como regente da Marca por pouco tempo, até sua morte, em 27 de agosto de 1495.

DescendênciaEditar

O casal teve dois filhos:

  • Guilherme IX de Monferrato (10 de agosto de 1486 – 4 de outubro de 1518), foi sucessor do pai. Foi casado com Ana de Alençon, com quem teve três filhos;
  • João Jorge de Monferrato (20 de janeiro de 1488 – 30 de abril de 1533), foi sucessor de seu tio, Bonifácio IV. Foi casado com Júlia de Aragão. Teve apenas um filho ilegítimo com uma mulher desconhecida, chamado Flamino Paleólogo, governador e senador de Casale, marido de Lúcia Fanzini, com quem teve oito filhos.

AscendênciaEditar

Referências