Abrir menu principal
Capazes
Fundação Dezembro de 2014
Propósito Direitos das mulheres
Fundadores Iva Domingues e Rita Ferro Rodrigues
Sítio oficial capazes.pt

Capazes é uma associação feminista portuguesa, criada em 2014, pelas apresentadoras de televisão Iva Domingues e Rita Ferro Rodrigues, inicialmente denominada Maria Capaz.[1] No seu primeiro mês online, o website Maria Capaz, atingiu um milhão de visualizações.[2]

Índice

SurgimentoEditar

Criada em Dezembro de 2014,[3] com nome inspirado numa canção da rapper Capicua,[1] Maria Capaz nasceu como um website, ou plataforma, abertamente feminista de luta pelos direitos das mulheres. Rita Ferro Rodrigues explica a sua criação com expressões como: «as notícias dão conta de desigualdades salariais; obstáculos em chegar a cargos de chefia; violência doméstica com números gritantes». O lançamento do website, contou com os testemunhos de algumas figuras públicas e artigos de mais de 80 mulheres, entre fotógrafas, poetas, historiadoras, jornalistas, actrizes, pintoras, arquitectas, etc., que criaram trabalhos com base na suas áreas. Entre estas estão, por exemplo, a jornalista Maria Elisa Domingues, as actrizes Maria Rueff, Inês Castel-Branco e Jessica Athaide, a apresentadora Leonor Poeiras, a pintora Ana Vidigal, a historiadora Irene Pimentel, a deputada Isabel Moreira e a cantora Blaya. A sua primeira entrevistada, foi Catarina Furtado.[4] O website alcançou mais de um milhão de visualizações no primeiro mês.[2] No final de 2015, a plataforma mudou o nome para Capazes.[5]

ActualidadeEditar

Desde o final de 2015, sob o nome Capazes, identifica-se como uma «Associação Feminista que tem como objectivo promover a informação e a sensibilização da sociedade civil para a igualdade de género, defesa dos direitos das mulheres e empoderamento das mesmas, definindo-se assim como entidade promotora de uma ocupação igualitária das mulheres no espaço público.»[6]

PrémiosEditar

Referências

  1. a b Martins, Joana. «Maria Capaz é um site de afirmação e luta pelas mulheres». RTP. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  2. a b «Maria Capaz alcança um milhão de visualizações no primeiro mês». Destak. 22 de janeiro de 2015. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  3. «Nasceu uma Maria Capaz — de tudo». Observador. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  4. Bancaleiro, Cláudia (18 de dezembro de 2014). «Maria Capaz, o site de afirmação da mulher portuguesa». Público. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  5. «Maria Capaz agora é Capazes». Marketeer. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  6. «Associação». capazes.pt. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  7. «Prémios Arco-Íris 2015». ILGA. Consultado em 8 de Abril de 2016 

Ligações externasEditar