Maria Catarina Farnésio

Maria Catarina Farnésio (em italiano: Maria Caterina Farnese; 18 de fevereiro de 161525 de julho de 1646) foi uma nobre italiana membro da Casa Farnésio. Tornou-se Duquesa de Módena e Régio como primeira mulher de Francisco I d'Este. Algumas fontes denominam-na apenas como Maria Farnésio.[1]

Maria Catarina Farnésio
Princesa de Parma e Placência
Retrato por Matteo Loves, no Museu de Arte e História, em Genebra.
Duquesa Consorte de Módena e Régio
Reinado 11 de janeiro de 1631 - 25 de julho de 1646
Predecessora Isabel de Saboia
Sucessora Vitória Farnésio
 
Marido Francisco I de Módena
Descendência Afonso IV d'Este
Isabel d'Este
Maria d'Este
Casa Farnésio (por nascimento)
Este (por casamento)
Nome completo Maria Caterina Farnese
Nascimento 18 de fevereiro de 1615
  Parma, Ducado de Parma
Morte 25 de julho de 1646 (31 anos)
  Palácio Ducal de Sassuolo, Ducado de Módena
Pai Rainúncio I Farnésio
Mãe Margarida Aldobrandini

BiografiaEditar

Nascida em Parma era filha de Rainúncio I Farnésio, Duque de Parte e Placência, e de sua mulher, Donna Margarida Aldobrandini, sendo o sexto filho do casal e segunda filha.[1]

A sua mãe, Margarida Aldobrandini, filha de Gianfrancesco e de Olimpia Aldobrandini, membros da família Aldobrandini de Roma, e a única herdeira da fortuna da família.

O seu irmão mais velho, Eduardo I Farnésio, veio a herdar o trono ducal de Parma e Placência.

Maria Catarina chegou a ser pensada para noiva de Carlos II de Inglaterra[2] mas os planos de casamento nunca se chegaram a materializar e, em vez disso, Carlos II casou com Catarina de Bragança.

Maria Catarina ficou noiva de Francisco I de Módena, filho do defunto duque Afonso III e de Isabel de Saboia. O casamento realizou-se a 11 de janeiro de 1631[1] em Parma, e da união nasceram nove filhos, três dos quais tiveram geração.

Maria Catarina morreu a 25 de julho de 1646, durante o trabalho de parto, no no Palácio Ducal de Sassuolo, nos arredores de Módena, a residência de verão dos Duques de Módena.

O seu sobrinho, Rainúncio II Farnésio, Duque de Parma, veio a casar com duas filhas de Maria Catarina. Primeiro, em 1644, com Isabel e, quando enviuvou, voltou a casar com Maria em 1668. Isabel morreu durante o parto tal como sua mãe.

Depois da morte de Maria Catarina, o marido Francisco I de Módena, voltou a casar duas vezes. A primeira, em 1648, com Vitória Farnésio, irmã de Maria Catarina e, depois, com Lucrécia Barberini.

DescendênciaEditar

Do seu casamento com Francisco I d'Este, Maria Catarina teve 14 filhos:

  1. Afonso (Alfonso) - Príncipe herdeiro de Módena, morreu na infância;
  2. Afonso IV (Alfonso) (1634–1662) que casou com Laura Martinozzi, com geração;
  3. Isabel (Isabella) (1635–1666) que casou com Rainúncio II Farnésio, Duque de Parma, com geração;
  4. Leonor (Leonore) (1639–1640) morreu na infância;
  5. Teobaldo (Tedaldo) (1640–1643) morreu na infância;
  6. Américo (Almerigo) (1641–1660) militar, sem descendência;
  7. Leonor (Eleonora) (1643–1722) sem aliança;
  8. Maria (Maria) (1644–1684) casou com Rainúncio II Farnésio, Duque de Parma, com geração;
  9. Teobaldo (Tedaldo) (1646) morreu na infância.

Títulos e tratamentosEditar

AscendênciaEditar

ReferênciasEditar

  1. a b c van de Pas, Leo. «Maria Caterina Farnese». Genealogics.org. Consultado em 7 de abril de 2010 
  2. Knowles Middleton, William Edgar. «Lorenzo Magalotti at the court of Charles II». Googlebooks.org. Consultado em 7 de abril de 2010 

Fontes/BibliografiaEditar


Precedido por
Isabel de Saboia
Duquesa Consorte de Módena e Reggio
   

1631 - 1646
Sucedido por
Vitória Farnésio
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Maria Catarina Farnésio