Abrir menu principal
Maria José Gonzaga
37º Prefeita de Tatuí Bandeira de Tatuí.jpg
Período 1 de janeiro de 2017
até 31 de dezembro de 2020
vice-prefeito Luiz Paulo
Antecessor Manu
Dados pessoais
Nascimento 10 de junho de 1946 (73 anos)
Angatuba, SP
Nacionalidade brasileiro(a)
Partido PSDB
Profissão Professora, empresária e filantropa

Maria José Pinto Vieira de Camargo,[1] mais conhecida como Maria José Gonzaga[2] (Angatuba (SP), 10 de junho de 1946) é uma professora, empresária, filantropa e política brasileira, filiada ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).[3]

Eleita a 37º prefeita de Tatuí para o mandato 2017-2020, foi eleita em sua primeira participação como candidata.[4] É a segunda mulher a ocupar o cargo máximo executivo da cidade de Tatuí, a primeira mulher que ocupou o cargo entre 1945 e 1947, foi a ex-prefeita Chiquinha Rodrigues (1896-1966).[5]

Índice

BiografiaEditar

Nascido em Angatuba (SP, é professora por formação, mas atua como empresária e diretora do Grupo Santa Cruz há 40 anos.[6] Foi Presidente do Fundo Social de Solidariedade de Tatuí (FUSSTAT)no período de 2005 a 2012, quando também foi primeira dama da cidade de Tatuí.[7]

É esposa do ex-prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo, atual presidente do PSDB de Tatuí.[8]

Carreira PolíticaEditar

Iniciou a carreira política somente nas Eleições 2016, ao se candidatar para prefeita pelo PSDB, conquistando logo em seu primeiro pleito a cadeira como a candidata mais votada com 51,38% dos votos válidos, contra 24,29% do então prefeito Manu candidato a reeleição pelo PMDB.[9]

A inesperada candidatura de Maria José Gonzaga, se deu após a juíza Mariana Teixeira Salviano da Rocha, da Justiça Eleitoral de Tatuí, impugnar definitivamente em primeira instância a candidatura de Luiz Gonzaga Vieira de Camargo, postulante ao cargo de prefeito pelo PSDB na Coligação “Tatuí tem jeito”. A decisão da Justiça Eleitoral foi em razão do pedido de impugnação requerida pela coligação que apóiou o candidato a reeleição Manu.

Na justificativa para impugnar a candidatura, os denunciantes alegam que Gonzaga foi condenado em Segunda Instância (TJ-SP) por ato de Improbidade Administrativa por ter nomeado o médico Paulo Sérgio Medeiros Borges como secretário do Meio Ambiente em sua última gestão. Neste período, Borges, além de secretário municipal, exerceu o cargo de médico na Santa Casa de Tatuí e na Unimed, sendo esta prática vedada por lei.[10]

Referências

  1. «Maria Jose Gonzaga 45». Consultado em 04 de fevereiro de 2017  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. «Maria José Gonzaga, do PSDB, é eleita prefeita de Tatuí». Consultado em 04 de fevereiro de 2017  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  3. «MARIA JOSÉ GONZAGA É A NOVA CANDIDATA DO PSDB». Consultado em 04 de fevereiro de 2017  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  4. «Disputa da Prefeitura vai além das urnas». Consultado em 04 de fevereiro de 2017  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. «As mulheres do passado». Consultado em 04 de fevereiro de 2017  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  6. «MARIA JOSÉ GONZAGA É A NOVA CANDIDATA DO PSDB». Consultado em 04 de fevereiro de 2017  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  7. «Fundo Social de Solidariedade». Consultado em 04 de fevereiro de 2017  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  8. «Governo do Estado de SP anuncia recursos para APAEs de Tatuí e região». Consultado em 04 de fevereiro de 2017  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  9. «Maria José Gonzaga, do PSDB, é eleita prefeita de Tatuí». Consultado em 04 de fevereiro de 2017  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  10. «MARIA JOSÉ GONZAGA É A NOVA CANDIDATA DO PSDB». Consultado em 04 de fevereiro de 2017  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Ligações externasEditar