Abrir menu principal

Maria Josefa da Áustria (1699–1757)

Disambig grey.svg Nota: Para a filha de Maria Teresa da Áustria, veja Maria Josefa da Áustria (1751–1767).
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2016). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Maria Josefa
Arquiduquesa da Áustria
Rainha Consorte da Polônia e Grã-Duquesa Consorte da Lituânia
Reinado 17 de janeiro de 1734
a 17 de novembro de 1757
Coroação 17 de janeiro de 1734
Predecessora Catarina Opalińska
Eleitora da Saxônia
Reinado 17 de janeiro de 1734
a 17 de novembro de 1757
Predecessora Cristiana Everadina de Brandemburgo-Bayreuth
Sucessora Maria Antônia da Baviera
 
Marido Augusto III da Polônia
Descendência Frederico Cristiano, Eleitor da Saxônia
Maria Amália da Saxônia
Maria Ana Sofia da Saxônia
Francisco Xavier da Saxônia
Maria Josefa da Saxônia
Carlos, Duque da Curlândia
Maria Cristina, Abadessa de Remiremont
Maria Isabel da Saxônia
Alberto Casimiro, Duque de Teschen
Clementino, Arcebispo-Eleitor de Tréveris
Maria Cunegundes, Abadessa de Essen
Casa Habsburgo (por nascimento)
Wettin (por casamento)
Nome completo
Maria Josefa Benedita Antônia Teresa Xaviera Filipina de Habsburgo
Nascimento 8 de dezembro de 1699
  Palácio Imperial de Hofburg, Viena, Áustria, Sacro Império Romano-Germânico
Morte 17 de novembro de 1757 (57 anos)
  Dresden, Saxônia, Sacro Império Romano-Germânico
Enterro Catedral da Santíssima Trindade, Dresden, Alemanha
Pai José I do Sacro Império Romano-Germânico
Mãe Guilhermina Amália de Brunsvique-Luneburgo
Religião Catolicismo

Maria Josefa Benedita Antônia Teresa Xaviera Filipina (Viena, 8 de dezembro de 1699Dresden, 17 de novembro de 1757) foi de 1711 a 1713 herdeira presumível do Sacro Império Romano-Germânico. Através do seu casamento com o rei Augusto III da Polônia foi eleitora da Saxônia, rainha da Polônia e grã-duquesa da Lituânia.

Primeiros anosEditar

Nasceu em Viena como arquiduquesa da Áustria e filha mais velha do imperador romano-germânico José I e da sua esposa, a princesa Guilhermina Amália de Brunsvique-Luneburgo. Durante o reinado do seu avô, o pai e o tio de Maria Josefa assinaram um decreto que fez dela a herdeira dos domínios dos Habsburgo na eventualidade de ambos não terem herdeiros varões. Contudo, durante o reinado do tio deles, o imperador Carlos VI, tanto Maria Josefa como Maria Amália foram excluídas da linha de sucessão em favor da sua prima Maria Teresa através da Sanção Pragmática de 1713.

CasamentoEditar

O casamento entre Maria Josefa e Frederico Augusto II, príncipe-eleitor da Saxônia, tinha sido sugerido pelo seu futuro sogro desde 1704. Contudo, o facto de Maria Josefa não se poder casar com alguém que não fosse católico impediu a união. Quando Augusto se converteu ao catolicismo em 1712 as negociações foram retomadas. A 20 de agosto de 1719, Maria Josefa e Frederico Augusto casaram. Através deste casamento entre as casas reais de Wettin e de Habsburgo, o pai de Frederico Augusto tinha a esperança de melhorar a posição da Saxônia se rebentasse uma guerra de sucessão nos territórios austríacos. O filho mais velho do casal, Cristiano, sucedeu o pai como príncipe-eleitor da Saxônia após a sua morte.

Em 1733, Frederico Augusto foi eleito rei da República das Duas Nações como Augusto III, o Saxão. Maria Josefa foi coroada a 20 de Janeiro de 1734. A rainha era descrita como sendo ambiciosa, inteligente e religiosa. Fundou muitas igrejas e conventos e deu grande apoio os jesuítas da Polônia. Em 1740, reclamou os seus direitos de sucessão ao trono da Áustria, não para si, mas para o seu marido. Acabaria por abrir mão dos mesmos em 1742, acabando por permitir uma aliança entre a Saxônia e a Áustria. Durante a Guerra dos Sete Anos em 1756, Maria Josefa permaneceu em Dresden, depois de o marido partir, quando a cidade foi conquistada pelo exército do Reino da Prússia.

MorteEditar

Morreu de apoplexia durante a ocupação da Prússia e foi enterrada no jazigo dos Wettin em Hofkirche, Dresden.

DescendênciaEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Maria Josefa da Áustria


Maria Josefa da Áustria
Casa de Habsburgo
8 de dezembro de 1699 – 17 de novembro de 1757
Precedida por
Catarina Opalińska
 
Rainha Consorte da Polônia e Grã-Duquesa Consorte da Lituânia
17 de janeiro de 1734 – 17 de novembro de 1757
Monarquia abolida
Partições da Polônia
Precedida por
Cristiana Everadina de Brandemburgo-Bayreuth
Eleitora da Saxônia
17 de janeiro de 1734 – 17 de novembro de 1757
Sucedida por
Maria Antônia da Baviera