Abrir menu principal

Marina Ferreira

política portuguesa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde abril de 2015).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde maio de 2014)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Marina Ferreira

Marina João da Fonseca Lopes Ferreira (Lisboa, 1959) é uma política portuguesa, militante do PSD, primeira (e, até à data, única) mulher a liderar o executivo municipal de Lisboa, ainda que apenas interinamente, após a queda do executivo de Carmona Rodrigues em 2007.

BiografiaEditar

Licenciada em Direito (Ciências Jurídico-Económicas) pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em 1982, fez uma pós-graduação em Assuntos Europeus pela Universidade Lusíada de Lisboa, em 1999/2000.

É presidente do Conselho de Administração da Transtejo desde Janeiro de 2017.

Foi presidente da Administração do Porto de Lisboa entre Fevereiro de 2013 e Junho de 2016.

Foi presidente da Comissão Administrativa da Câmara Municipal de Lisboa nomeada pelo Governo Civil do Distrito de Lisboa, após a queda do executivo liderado por Carmona Rodrigues, em 18 de Maio de 2007.

Foi vereadora e vice-presidente da Câmara Municipal de Lisboa responsável pelos pelouros do trânsito, recursos humanos, património e protecção civil, em 2005-2007, tendo sido presidente da Empresa Municipal de Estacionamento de Lisboa (EMEL) entre 2006 e 2008.

Foi a primeira presidente da Autoridade Metropolitana de Transportes de Lisboa em 2003-2005.

Foi secretária-geral adjunta do PSD em 1995-1997, sendo presidente do PSD, Fernando Nogueira e presidente do Conselho Fiscal da Administração dos Portos de Setubal e Sesimbra entre 1994 e 1996.

Foi directora-geral das pescas na negociação da revisão do tratado de adesão de Portugal à Comunidade Económica Europeia, em 1992-1994 no último governo de Aníbal Cavaco Silva. Foi chefe de gabinete do ministro do Mar, Eduardo Azevedo Soares, entre 1991 e 1992.

Foi directora de recursos humanos da empresa de transportes públicos urbanos Carris em 1988-1991. Foi assessora jurídica no gabinete do Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, João Maria de Oliveira Martins, entre 1987 e 1988, depois de ter sido advogada na Carris entre 1983 e 1987.

Precedido por
Carmona Rodrigues
Presidente da Câmara Municipal de Lisboa (Presidente da Comissão Administrativa)
2007
Sucedido por
António Costa