Abrir menu principal
Brasão de armas da Marinha Austro-Húngara.

A Marinha Austro-Húngara era a força naval da Áustria-Hungria. Seu nome oficial em alemão foi kaiserliche und königliche Kriegsmarine (Marinha Imperial e Real), abreviado como k.u.k. Kriegsmarine e em húngaro Hungarian Császári és Királyi Haditengerészet, abreviado como Cs. És Kir. Haditengerészet.[1]

Esta marinha existiu sob este nome após o compromisso austro-húngaro de 1867 e continuou em serviço até o final da Primeira Guerra Mundial, em 1918. Antes de 1867, as forças navais do império eram as do Império Austríaco. Em 1915, um total de 33.735 funcionários navais estavam servindo na k.u.k. Kriegsmarine.

Após a Primeira Guerra Mundial, tanto a Áustria quanto a Hungria foram privadas de suas costas e sua marinha foi confiscada pelas Potências Aliadas vitoriosas. Seus antigos portos no Mar Adriático, como Trieste, Pula, Fiume e Ragusa, tornaram-se partes da Itália e da Iugoslávia. (Após a dissolução da Iugoslávia, a sua antiga costa é dividida entre a Eslovênia, Croácia, Bósnia e Montenegro).

Ver tambémEditar

Referências

  1. Hubmann, Franz, & Wheatcroft, Andrew (editor), The Habsburg Empire, 1840–1916, London, 1972, ISBN 0-7100-7230-9

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.