Marius Petipa

Marius Ivanovich Petipa em russo: Мариус Иванович Петипа; Marselha, 11 de março de 1818Gurzuf, Crimeia, 14 de julho de 1910[1]) foi um bailarino, professor e coreógrafo russo nascido na França.

Marius Petipa
'
Nascimento 11 de março de 1818
Marselha
Morte 1 de julho de 1910 (92 anos)
Gurzuf (Império Russo)
Sepultamento Cemitério Tikhvin
Cidadania França, Império Russo
Progenitores
  • Jean-Antoine Petipa
Cônjuge Marija Sergejewna Surowschtschikowa-Petipa, Lyubov Savitskaya
Filho(s) Marie Petipa
Irmão(s) Lucien Petipa
Alma mater
  • Conservatório Real de Bruxelas
Ocupação bailarino, mestre de balé, coreógrafo, libretista, bailarino, professor,
Prêmios
Empregador Teatro Bolshoi Kamenni
Obras destacadas A Bela Adormecida, O Quebra-Nozes, O Lago dos Cisnes, Don Quixote, La Bayadère
Assinatura
Marius Petipa signature.png

É considerado por muitos o "pai do balé clássico" e um dos mais influentes coreógrafos de todos os tempos.[carece de fontes?]

Seus trabalhos coreográficos mais conhecidos são:

O estilo de Petipa era grandioso e exigia bailarinos de grande virtuosismo técnico e talento dramático. Sob sua tutela, o balé de São Petersburgo tornou-se o melhor do mundo, e de sua escola saíram grandes bailarinos como Nijinsky, Ana Pavlova e Michel Fokine.

Está sepultado no Cemitério Tikhvin.

Referências

  1. Биография Arquivado em 3 de março de 2016, no Wayback Machine. в проекте Санкт-Петербургских захоронений