Abrir menu principal
Mariya Polivanova
Nascimento 24 de outubro de 1922
Morte 14 de agosto de 1942 (19 anos)
Cidadania União Soviética
Ocupação atirador especial
Prêmios Herói da União Soviética, Ordem de Lenin, Ordem da Estrela Vermelha

Mariya Polivanova (em russo: Мария Поливанова) foi uma militar no 528º Regimento de Infantaria e em outros regimentos do Exército Vermelho durante a Segunda Guerra Mundial. No dia 14 de agosto de 1942, cercada por soldados alemães, enquanto ela e sua colega Natalya Kovshova só tinha duas granadas, elas partiram as duas últimas granadas matando a si mesmas e ao redor soldados alemães. Por sua bravura ela e Kovshova foram postumamente condecoradas com o título de Heroína da União Soviética no dia 14 de fevereiro de 1943.[1][2]

Prémios e reconhecimentoEditar

PrémiosEditar

MemoriaisEditar

  • Um carimbo soviético de 1944 retrata Polinova e Kovshova.[3]
  • Uma estátua no Museu Militar de Historia Lenino-Snegirevsky retrata os momentos finais da sua vida.[4]
  • Há ruas levando seu nome em Aleksin, Maryovo, Moscovo, Sebastopol, Surgut, e Zaluchye.

Ver tambémEditar

Referências