Marquês de Alegrete

Marquês de Alegrete é um título nobiliárquico português criado pelo Rei D. Pedro II de Portugal, por Carta de 19 de Agosto de 1687, a favor de Manuel Teles da Silva, 2.º conde de Vilar Maior. O título de Conde de Vilar Maior ficou subsidiário do Marquesado, ficando reservado para o herdeiro dos Marqueses de Alegrete, passando ambos de geração em geração na família Teles da Silva.

  1. Manuel Teles da Silva (1641-1709), 2.º conde de Vilar Maior
  2. Fernando Teles da Silva (1662-1731), 3.º conde de Vilar Maior
  3. Manuel Teles da Silva (1682-1736), 4.º conde de Vilar Maior
  4. Fernão Teles da Silva (8 de Outubro de 1703 - 2 de Setembro de 1759), 5.º Conde de Vilar Maior
  5. Luís Teles da Silva Caminha e Meneses (1775-1828), 6.º Conde de Vilar Maior
  6. Fernando Teles da Silva Caminha e Menezes (1881-1919)
Coronet of a Marquess - Kingdom of Portugal.svg
Marquês de Alegrete
Criação D. Pedro II
19 de Agosto de 1687
Ordem Grandeza
Tipo Juro e herdade
1.º Titular Manuel Teles da Silva, 2º conde de Vilar Maior
Linhagem Teles da Silva
Menezes
Títulos Subsidiários Conde de Vilar Maior

Ligações externasEditar


  Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.