Abrir menu principal

Marquês de Olhão

Francisco de Melo da Cunha Mendonça e Meneses, 1.º conde de Castro Marim e 1.º marquês de Olhão

Marquês de Olhão foi um título nobiliárquico criado em 21 de Dezembro de 1808 pela rainha D. Maria I de Portugal a favor de D. Francisco de Melo da Cunha de Mendonça e Meneses, 1.º conde de Castro Marim. [1]

O título de Conde de Castro Marim passou a ser usado pelos herdeiros presuntivos dos Marqueses de Olhão.

Titulares
  1. D. Francisco de Melo da Cunha de Mendonça e Meneses (1760-1821), 1.º conde de Castro Marim
  2. D. Pedro de Melo da Cunha de Mendonça e Meneses (1784-1844), 2.º conde de Castro Marim


Após a instauração da República e o fim do sistema nobiliárquico, foram pretendentes ao título:

  • D. José de Melo da Cunha de Mendonça e Meneses (1859-1947)
  • D. Pedro José de Melo da Cunha de Mendonça e Meneses (1898-1998)
  • D. José do Carmo da Cunha de Mendonça e Meneses (1932-) e,
  • D. Pedro José da Cunha de Mendonça e Meneses (atualmente).

Referências

  1. www.arqnet.p. «Francisco da Cunha de Mendonça e Meneses». Consultado em 28 de dezembro de 2010