Abrir menu principal

Marquês de Rio Maior

Marquês de Rio Maior foi um título nobiliárquico criado em 19 de Maio de 1886 pelo rei D. Luís I de Portugal, em uma vida, em favor de D. António José de Saldanha Oliveira e Sousa, 4.º conde de Rio Maior, que estava casado (licença real de 11 de Setembro de 1861) com D. Maria Isabel Antónia do Carmo de Lemos e Roxas de Carvalho e Menezes de Saint-Léger (25 de Março de 1841 - 16 de Dezembro de 1920), 1.ª marquesa da Bemposta-Subserra, e não tiveram geração.

Usaram o título
  1. António José de Saldanha Oliveira e Sousa (1836–1891), 4.º conde de Rio Maior;
  2. João de Saldanha de Oliveira e Sousa (1878–1970), 5.º conde de Rio Maior.

Após a implementação da República e o fim do sistema nobiliárquico, foram pretendentes ao título João António de Saldanha de Oliveira e Sousa (1901-1972) e João Vicente de Saldanha Oliveira e Sousa (1930-). Pretende agora o titulo no Instituto de Nobreza Carlos Alberto Sá Viana Brandão d´Oliveira Pegado.


Ícone de esboço Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.