Marquês de Sampaio

Marquês de Sampaio, também grafado Marquês de São Paio,[1] foi um título criado por decreto de 1 de Dezembro de 1834, da rainha D. Maria II de Portugal a favor de Manuel António de Sampaio Melo e Castro Moniz e Torres de Lusignano, 2.º Conde de Sampaio.

Titulares
  1. Manuel António de Sampaio Melo e Castro Moniz e Torres de Lusignano, 2.º Conde de Sampaio;
  2. Manuel António de Sampaio Melo e Castro Torres de Lusignano, 4.º Conde de Sampaio.

Após a instauração da República e o fim do sistema nobiliárquico, foi pretendente ao título António Pedro Maria da Luz de São Paio Melo e Castro Moniz e Torres de Lusignan 1902–1981.

Referências

  1. Pela grafia arcaica, Marquês de São Payo.