Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Os Masmudas (em francês: Masmouda) são um confederação de tribos berberes originárias do Alto Atlas, em Marrocos.[1] Distinguiram-se na História principalmente por terem sido os fundadores das dinastias magrebinas dos almóadas e haféssida. Segundo o historiador norte-africano do século XIV ibne Caldune, os Masmudas eram descendentes do ramo dos branis ou berr e eram um dos maiores grupos tribais berberes do Magrebe.[2]

Masmudas
População total
Regiões com população significativa
 Marrocos, Alto Atlas
Línguas
berbere
Religiões
Islão
Etnia
Berberes

Os Masmuda ocuparam grandes partes de Marrocos e em larga medida eram sedentários e praticavam a agricultura. A aristocracia Masmuda residia em Agmate, no Alto Atlas, perto do atual Marraquexe. A partir do século X, tribos berberes dos ramos sanhaja e Zeneta começaram a invadir os territórios Masmuda, seguindo-se-lhes depois os beduínos árabes (sobretudo Banu Hilal) a partir do século XII.

Ibne Tumarte uniu as tribos Masmuda no início do século XII e fundou o movimento almóada, que subsequentemente unificou todo o Magrebe (noroeste da África) e o Alandalus (Península Ibérica).[3] Depois da queda dos almóadas, os Masmuda perderam a sua importância política.

Tribos MasmudaEditar

Segundo o autor desconhecido da obra مفاخر البربر (Mafakhir al-Barbar; tradução aproximada: "O orgulho dos berberes"), a confederação dos Masmudas era constituída pelas seguintes tribos ou sub-tribos (clãs?):[1]

  • Beni Magus (ou Banu Maghus)
  • Doukkala
  • Guedmiwa
  • Henfisa (ou Genfisa)
  • Hentata (ou Hintatas, à qual pertenciam os haféssidas)
  • Hezerga (ou Hezerdja)
  • Hezmira
  • Hhaha (ou Haha ou Iḥaḥan)
  • Ourika (ou Urika)
  • Regraga
  • Tehlawa

Além dessas tribos, existiram também as seguintes:

  • Ait Baâmrane
  • Barguata
  • Bni M'tir
  • Chiadma
  • Fetuacas
  • Gomaras
  • Gilawa
  • Gueruanes (ou Guerruanes)[4]
  • Hergha
  • Seksiwa
  • Tinmelel

Outra tribo masmuda são os Glaoua.[5]

Notas e referênciasEditar

  1. a b Autor desconhecido (1312). كتاب مفاخر البربر (Kitab Mafakhir Al-Barbar). [S.l.: s.n.] p. 77,172  Publicado por Boubaya, Abdelkader, Universidade Hassan II de Casablanca
  2. ibne Caldune (século XIV). História dos Berberes (em árabe). [S.l.: s.n.]  Histoire des Berbères (em francês). Argel: Berti. 2003. p. 557 
  3. Nelson, Harold D. (ed.) (1985). Morocco, a country study / Foreign Area Studies, the American University (em inglês) 5ª ed. Washington, D.C.: Washington, D.C. : The University. p. 14, 19-20. OCLC 12749718. Consultado em 6 de fevereiro de 2012 
  4. Aziz, Taghbaloute (1994). Fellah marocain (em francês). Saint-Étienne: Université de Saint-Étienne. p. 85. 369 páginas. ISBN 9782862720319. Consultado em 6 de fevereiro de 2012 
  5. Tribus du Maroc - Glaoua (em francês). tribusdumaroc.free.fr. Página visitada em 20 de julho de 2012

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre etnologia ou sobre um(a) etnólogo(a) é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre Marrocos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.