Massacre de Nong Bua Lamphu

Tiroteio em massa na Tailândia

O massacre de Nong Bua Lamphu ocorreu em 6 de outubro de 2022, quando um atirador matou pelo menos 36 pessoas na província de Nong Bua Lamphu, na Tailândia, em um tiroteio em massa. O ataque ocorreu principalmente em uma creche localizada no subdistrito de Uthai Sawan do distrito de Na Klang.[2][3] Foi o tiroteio em massa mais mortal na Tailândia desde o tiroteio de Nakhon Ratchasima em 2020.[4][5]

Massacre de Nong Bua Lamphu
Local Distrito de Na Klang (província de Nong Bua Lamphu), Tailândia
Coordenadas 17° 14′ 12″ N, 102° 09′ 36″ L
Data 6 de outubro de 2022
12:50 (UTC+7)
Tipo de ataque Tiroteio, assassínio em massa, familicídio, assassinato-suicídio, ataque com veículo
Arma(s) Pistola 9mm, faca
Mortes 37 (incluindo o assassino)[1]
Feridos 12
Responsável(is) Panya Khamrab

Tiroteio

editar

O tiroteio ocorreu às 12h50, hora local, em uma creche, logo após a hora do almoço.[6] Armado com uma pistola 9mm e uma faca, o atirador atacou quatro ou cinco funcionários. Entre eles estava uma professora grávida de oito meses.[7] Ele então entrou em um quarto onde as crianças dormiam e as atacou com a faca. Testemunhas próximas confundiram o barulho do ataque com "fogos de artifício".[8] Pelo menos 36 pessoas foram mortas,[9] incluindo pelo menos 23 crianças, sendo que a vítima mais jovem tinha dois anos de idade.[10][7] Outras 12 pessoas ficaram feridas.[11] Havia 30 crianças na creche no momento do ataque.[12] Dezenove meninos e três meninas foram descobertos no berçário, enquanto os corpos de uma criança e um adulto foram encontrados em um prédio do governo próximo.[13]

Depois, o autor fugiu do local em uma caminhonete Toyota Hilux Vigo branca. Segundo a polícia, ele voltou para casa, onde atirou fatalmente em sua esposa e filhos antes de se matar.[6] Um oficial da polícia disse que, ao sair da instalação, o assaltante atirou e bateu seu veículo em transeuntes, ferindo dois.[14][8] Três adultos morreram a caminho de um hospital.[13]

O autor do crime foi identificado pela polícia como Panya Khamrab, de 34 anos.[6] Khamrab era residente da província de Nong Bua Lamphu e ex-sargento da polícia no distrito de Na Wang.[15][10] Ele era um viciado em drogas cujo vício começou durante seus anos de ensino médio.[16] Ele foi demitido de suas funções policiais em 2021 após um processo judicial.[17] Em janeiro de 2022, ele foi preso por posse de metanfetamina.[16] No início do dia, Khamrab compareceu a uma sessão do tribunal sobre seus delitos de drogas.[14]

Consequências

editar

O tenente-general da polícia Kitti Praphat chegou à província de Nong Bua Lamphu para iniciar uma caça ao homem. A polícia aconselhou as pessoas que vivem na área do ataque a serem cautelosas, pois o paradeiro do autor era desconhecido.[17] O primeiro-ministro da Tailândia, Prayut Chan-o-cha, ordenou que as agências relevantes ajudem os feridos e abram uma investigação sobre o evento.[18]

O Hospital Nong Bua Lamphu disse que havia uma necessidade urgente de sangue, e uma campanha de doação de sangue foi realizada no hospital.[19] O primeiro-ministro Chan-o-cha e o ministro da Defesa do país chegarão a Nong Bua Lamphu no dia 7 de outubro para visitar sobreviventes e famílias das vítimas.[20]

Reações

editar

O primeiro-ministro Chan-o-cha expressou suas condolências e descreveu o incidente como "chocante".[21] Ele foi citado dizendo; "Sinto profunda tristeza pelas vítimas e seus familiares".[22] O UNICEF condenou o tiroteio, acrescentando que “os centros de desenvolvimento da primeira infância, escolas e todos os espaços de aprendizagem devem ser refúgios seguros para as crianças aprenderem, brincarem e crescerem durante seus anos mais críticos”. A organização também pediu à mídia e ao público que evitem compartilhar imagens do incidente. Vários líderes mundiais, incluindo a primeira-ministra britânica Liz Truss e o primeiro-ministro australiano Anthony Albanese foram ao Twitter para expressar suas condolências.[23]

Referências

  1. «Former cop attacks Thai day care center, kills at least 36». Associated Press. 6 de outubro de 2022. Consultado em 6 de outubro de 2022. Cópia arquivada em 6 de outubro de 2022 
  2. «ด่วน! 'อดีตตร.' คลั่ง! บุกศูนย์พัฒนาเด็กเล็ก กราดยิงมั่วสังเวยแล้ว 24 ศพ». Daily News (em tailandês). 6 de outubro de 2022. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  3. «At least 34 killed in mass shooting at Thai nursery». BBC News 
  4. «Mass murder at childcare centre, 35 confirmed slain». Bangkok Post. 6 de outubro de 2022. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  5. «Ex-policial abre fogo em creche e mata 26 crianças e 12 adultos na Tailândia». G1. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  6. a b c Spender, Tom, ed. (6 de outubro de 2022). «At least 31 killed in mass shooting at Thai nursery». BBC News. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  7. a b Revathi Hariharan, ed. (6 de outubro de 2022). «Thailand Mass Shooting: 22 Children, 8-month Pregnant Staff Among 34 Killed as Ex-Cop Storms Day-care Centre; Drives Home, Shoots Self, Family». CNN-News18. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  8. a b «Death toll in children's daycare shooting in Thailand rises to 34». Al Jazeera. 6 de outubro de 2022. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  9. «Thailand: Many children among dead in pre-school attack». BBC News (em inglês). 6 de outubro de 2022. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  10. a b «ยิง"เด็ก"ตายกว่า 20 ศพ! "คนร้าย"กราดยิงศูนย์เด็กเล็กหนองบัวลำภู ขณะนอนหลับ» [Shot and killed more than 20 "children"! "Assassin" shooting at Nong Bua Lamphu Children's Center while sleeping]. Siam Rath (em tailandês). 6 de outubro de 2022. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  11. «กราดยิงศูนย์เด็กเล็ก เสียชีวิตเพิ่มรวม 36 ราย เจ็บ 12 พบบ้านผู้ก่อเหตุ ดับ 5 ศพ». Matichon (em tailandês). 6 de outubro de 2022. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  12. «Thailand mass shooting kills 34 at day-care centre». Reuters. 6 de outubro de 2022. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  13. a b Davies, Gareth (6 de outubro de 2022). «Thailand mass shooting: Ex-police officer kills 22 sleeping children in nursery». The Daily Telegraph. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  14. a b «Thai attacker was in court on drugs charge just before mass shooting - police». Reuters. 6 de outubro de 2022. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  15. «เปิดไทม์ไลน์ ไอ้คลั่งกราดยิงหนองบัวลำภู เสียชีวิตเบื้องต้น 36 รายแล้ว». Kom Chad Luek (em tailandês). 6 de outubro de 2022. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  16. a b «แฉประวัติ 'ไอ้แมน' อดีตตร.คลั่ง ติดยาตั้งแต่มัธยม กร่างตัวพ่อ-ถูกไล่ออกคดียา» [Unfold the history of 'Ai Man', a former policeman who was addicted to drugs since high school. Stalking father - fired for drug case]. Daily News (em tailandês). 6 de outubro de 2022. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  17. a b «ด่วน อดีตตำรวจคลั่งยา ไล่ยิงเด็กเล็ก ครู และชาวบ้านตายนับสิบ ที่หนองบัวลำภู» [Urgent. Ex-police drug addict. Chase shot and killed dozens of small children, teachers and villagers. at Nong Bua Lamphu]. Thairath (em tailandês). 6 de outubro de 2022. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  18. «"ประยุทธ์" สั่งด่วนรีบระงับเหตุกราดยิงหนองบัวลำภู กำชับ จนท.จับให้ได้» ["Prayut" ordered urgently to halt the shooting at Nong Bua Lamphu, prompting the police to catch them]. Thairath (em tailandês). 6 de outubro de 2022. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  19. «ด่วน โรงพยาบาลหนองบัวลำภู ต้องการเลือดจำนวนมาก» [Urgent, Nong Bua Lamphu Hospital need a lot of blood]. Thairath (em tailandês). 6 de outubro de 2022. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  20. «'นายกฯ' บินด่วนหนองบัวลำภู พรุ่งนี้ 11.30 น. เยี่ยมให้กำลังใจญาติ เหตุกราดยิง». Matichon (em tailandês). 6 de outubro de 2022. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  21. Petty, Martin (6 de outubro de 2022). «Thai PM says mass shooting incident 'shocking'». Reuters. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  22. Vejpongsa, Tassanee (6 de outubro de 2022). «Mass shooting in Thailand leaves 37 dead, mostly preschoolers, in day care rampage». Associated Press. PBS. Consultado em 6 de outubro de 2022 
  23. «UNICEF condemns mass shooting in Thailand's Nong Bua Lam Phu province». Thai PBS World. 6 de outubro de 2022