Abrir menu principal

Na pedagogia, matética é a ciência da aprendizagem[1], em contrapartida à didática que é a ciência do ensino. O termo matética foi cunhado por Jan Amos Komenský (1592-1670), considerado o pai da didática moderna[2].

ConceituaçãoEditar

O principal pesquisador a abordar o termo é Seymour Papert, em seu livro A Máquina das Crianças: repensando a escola na era da informática, Papert afirma que a grande questão da didática é: "como ensinar melhor?" Ao passo que o desafio da matética é "como proporcionar maior aprendizagem a partir do mínimo de ensino?"[3].

Para Papert, "o princípio mais importante da matética pode ser o incitamento à revolta contra a sabedoria estabelecida, pois sabemos que podemos aprender sem sermos ensinados e, com freqüência, aprender melhor quando se é menos ensinado"[4]. Apesar do discurso bastante crítico de Papert em relação a escolarização, sua teoria não é tão extrema quanto a de Ivan Illich, em Sociedade sem escolas (1971).

Ver TambémEditar

Referências