Abrir menu principal
Matheus Santana
Swimming pictogram.svg Natação Swimming pictogram.svg
Nome completo Matheus Paulo de Santana
Nascimento 2 de abril de 1996 (23 anos)
Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro
Nacionalidade brasileira
Compleição Peso: 90 kg[1] Altura: 1,89m[1]
Clube UNISANTA
Medalhas
Campeonatos Mundiais – Piscina Curta
Bronze Hangzhou 2018 4×100 metros livre
Bronze Hangzhou 2018 4×50 m medley
Jogos Pan-Americanos
Ouro Toronto 2015 4×100 metros livre
Jogos Sul-Americanos
Ouro Santiago 2014 100 metros livre
Ouro Santiago 2014 4×100 metros livre
Ouro Santiago 2014 4×100 metros medley
Campeonato Sul-Americano
Ouro Mar del Plata 2014 4×100 m medley
Ouro Mar del Plata 2014 4×100 m livre misto
Ouro Mar del Plata 2014 4×100 m medley misto
Prata Mar del Plata 2014 50 m livre
Prata Mar del Plata 2014 100 m livre
Prata Mar del Plata 2014 4×100 m livre
Jogos Olímpicos da Juventude
Ouro Nanquim 2014 100 m livre
Prata Nanquim 2014 50 m livre
Prata Nanquim 2014 4×100 m livre misto

Matheus Paulo de Santana (Rio de Janeiro[2], 2 de abril de 1996) é um nadador brasileiro.[3]

Trajetória esportivaEditar

Matheus começou a competir em campeonatos nacionais em 2008. Seu primeiro título nacional veio na categoria Juvenil I, em novembro de 2011. Matheus nadou pelo time brasileiro no Multinations, em Corfu, na Grécia, em 2012. No Sul-Americano Juvenil de 2013, realizado em Valparaíso, no Chile, venceu os 100 metros livre e terminou em terceiro lugar nos 50 metros livre.[4]

Matheus se classificou para o Mundial Júnior de Natação de 2013 em Dubai, mas foi cortado da seleção devido à uma alta taxa de diabetes.[5]

Nos Jogos Sul-Americanos de 2014 em Santiago, no Chile, ele ganhou três medalhas de ouro: nos 100 metros livre, nos 4x100 metros livre e nos 4x100 metros medley, batendo o recorde da competição em todas as provas.[3][6]

No Troféu Maria Lenk de 2014 em São Paulo, Matheus quebrou o recorde mundial júnior duas vezes na prova dos 100 metros livre, com os tempos de 48s85 nas eliminatórias e 48s61 na final. Ele se qualificou para disputar o Campeonato Pan-Pacífico de Natação de 2014, mas decidiu não participar do mesmo devido aos Jogos Olímpicos de Verão da Juventude de 2014.[2][7]

No Campeonato Brasileiro Júnior e Sênior de natação, em maio de 2014, ele bateu novamente o recorde mundial júnior nos 100 metros livre, com o tempo de 48s35, o sexto melhor tempo do mundo em 2014.[8]

Nos Jogos Olímpicos de Verão da Juventude de 2014 em Nanquim, na China, Matheus ganhou uma medalha de prata nos 4x100 metros livre misto.[9] Na prova dos 50 metros livre, ele obteve outra prata, com o tempo de 22s43, sem ter chegado perto de fazer o seu melhor tempo da carreira.[10] Finalmente, na prova dos 100 metros livre, Matheus ganhou o ouro e quebrou o recorde mundial júnior pela terceira vez, com o tempo de 48s25, o quinto melhor tempo do mundo em 2014.[11] Esse tempo teria lhe dado a medalha de prata no Pan-Pacífico, derrotando grandes nadadores como Nathan Adrian e James Magnussen.[12]

No Campeonato Sul-Americano de Esportes Aquáticos de 2014 em Mar del Plata, na Argentina, Matheus obteve três medalhas de ouro e três de prata. [13]

Nos Jogos Pan-Americanos de 2015 em Toronto, no Canadá, ele ganhou uma medalha de ouro no revezamento 4×100 metros livre, onde quebrou o recorde do Pan com o tempo de 3m13s66, junto com João de Lucca, Marcelo Chierighini e Bruno Fratus; também terminou em sétimo lugar nos 100 metros livre. [14][15]

Aos 19 anos, participou de seu primeiro mundial adulto. No Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2015, terminou em quarto lugar na prova dos 4x100 metros livre, junto com Marcelo Chierighini, Bruno Fratus e João de Lucca. César Cielo não nadou a final - embora estivesse escalado, pois sentiu dores no ombro no dia, e não pôde participar. [16][17][18] Nos 100 metros livre, ele quase foi à final, terminando em nono lugar com o tempo de 48s52. [19][20] E, nos 4x100 metros livre misto, terminou em sexto lugar, junto com Bruno Fratus, Larissa Oliveira e Daynara de Paula, quebrando o recorde sul-americano com o tempo de 3m25s58.[21]

Referências

  1. a b «Perfil de Matheus Santana». COB. 2014. Consultado em 16 de dezembro de 2014. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  2. a b «Matheus Santana melhora recorde mundial júnior nos 100m livres». Terra. 26 de abril de 2014. Consultado em 16 de dezembro de 2014 
  3. a b «Perfil de Matheus Santana». Site Oficial dos Jogos Sul-Americanos de 2014. 2014. Consultado em 16 de dezembro de 2014. Arquivado do original em 27 de abril de 2014 
  4. «Como se faz um recordista mundial júnior: Matheus Santana!». Best Swimming. 2 de maio de 2014. Consultado em 16 de dezembro de 2014. Arquivado do original em 2 de maio de 2014 
  5. «Matheus Santana bate recorde mundial júnior nos 100m». Estadão. 26 de abril de 2014. Consultado em 16 de dezembro de 2014 
  6. «Promessas para 2016 brilham no Sul-Americano; saiba quem são». Terra. 19 de março de 2014. Consultado em 16 de dezembro de 2014 
  7. «Cesar Cielo, Jeanette Ottesen Gray Scorch 100 Frees On Final Day of Maria Lenk». Swimming World Magazine. 26 de abril de 2014. Consultado em 16 de dezembro de 2014. Arquivado do original em 27 de abril de 2014 
  8. «Pela terceira vez em 15 dias, Matheus Santana quebra marca mundial júnior». Globoesporte. 9 de maio de 2014. Consultado em 16 de dezembro de 2014 
  9. «Matheus Santana brilha, e 4x100m leva prata nos Jogos da Juventude». Globoesporte. 17 de agosto de 2014. Consultado em 16 de dezembro de 2014 
  10. «Matheus perde para mais velho dos Jogos e é prata: "Não treinei para isso"». Globoesporte. 20 de agosto de 2014. Consultado em 16 de dezembro de 2014 
  11. «Sob olhares de Popov, Matheus bate próprio recorde, é ouro e cai no choro». Globoesporte. 22 de agosto de 2014. Consultado em 16 de dezembro de 2014 
  12. «Resultados dos 100m livres no Pan Pacífico de 2014». Australia Swimmming. 22 de agosto de 2014. Consultado em 16 de dezembro de 2014 
  13. «Seis medalhas é o saldo de Matheus Santana no Sul-Americano». UNISANTA. 6 de outubro de 2014. Consultado em 16 de dezembro de 2014 
  14. «Brasil é ouro no 4x100m livre, e Thiago Pereira abre contagem rumo a recorde». Globoesporte. 14 de julho de 2015. Consultado em 27 de julho de 2015 
  15. «Primeiro dia de 5 medalhas e 2 ouros para o Brasil, mas a festa foi canadense». Best Swimming. 15 de julho de 2015. Consultado em 27 de julho de 2015. Arquivado do original em 21 de julho de 2015 
  16. «Resultado dos 4x100m livres no Mundial de Kazan 2015». OmegaTiming. 2 de agosto de 2015. Consultado em 2 de agosto de 2015 
  17. «Brasil não escala Cielo para final do revezamento 4 x 100 m em Kazan». Folha de S.Paulo. 2 de agosto de 2015. Consultado em 2 de agosto de 2015 
  18. «Primeiro dia de finais do Mundial». Best Swimming. 2 de agosto de 2015. Consultado em 2 de agosto de 2015. Arquivado do original em 23 de setembro de 2015 
  19. «Resultado dos 100m livres no Mundial de Kazan 2015». OmegaTiming. 5 de agosto de 2015. Consultado em 5 de agosto de 2015 
  20. «Felipe França em 4o nos 50 peito e Brasil classifica para 4 finais». Best Swimming. 5 de agosto de 2015. Consultado em 5 de agosto de 2015. Arquivado do original em 23 de setembro de 2015 
  21. «Resultado dos 4x100m livres misto no Mundial de Kazan 2015». OmegaTiming. 8 de agosto de 2015. Consultado em 8 de agosto de 2015