Abrir menu principal

Mato Rico é um município brasileiro do estado do Paraná.

Município de Mato Rico
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Fundação 1993 (26 anos)
Gentílico mato riquense
Prefeito(a) Marcel Jayre Mendes dos Santos (PP)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Mato Rico
Localização de Mato Rico no Paraná
Mato Rico está localizado em: Brasil
Mato Rico
Localização de Mato Rico no Brasil
24° 42' 18" S 52° 08' 45" O24° 42' 18" S 52° 08' 45" O
Unidade federativa Paraná
Mesorregião Centro-Sul Paranaense IBGE/2008[1]
Microrregião Pitanga IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Pitanga, Palmital e Roncador.
Distância até a capital 300 km
Características geográficas
Área 394,533 km² [2]
População 3 822 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 9,69 hab./km²
Altitude 700 m
Clima Subtropical Cfb
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,64 médio PNUD/2000[4]
PIB R$ 35 362,301 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 8 350,01 IBGE/2008[5]

Índice

HistóriaEditar

A partir de 1940, as terras da região do atual município de Mato Rico começaram a serem ocupadas, cedidas pelo governo estadual, através de títulos e posses, a aventureiros que geralmente migravam para a região, com o objetivo de adquirir terras de custo baixo e se iniciavam no plantio de lavouras de subsistência.

O povoamento cresceu e se desenvolveu a partir de 1941 quando os moradores começaram a se estabelecer ao longo da estrada que dava acesso à cidade. Em 1942 foi implantado o cemitério e a primeira escola por volta de 1945. Vieram para a região, descendentes de poloneses, ucranianos, italianos e portugueses, além de indígenas e de afro-descendentes originários do sudeste e nordeste do Brasil.

Muitos posseiros não se fixaram nas áreas cedidas ou não se adaptavam com o clima, dificuldades financeiras, condições geográficas ou mesmo por terem adquiridos áreas de terras para fins especulativos. Mas, muitas famílias se fixaram na região e permanecem até hoje, através de seus descendentes, e continuam trabalhando e transformando a região tanto econômica ou geograficamente.

Criado através da Lei Estadual n° 9.563 de 31 de janeiro de 1991 foi desmembrado de Pitanga.

GeografiaEditar

Possui uma área é de 394,533 km² representando 0,1979 % do estado, 0,07 % da região e 0,0046 % de todo o território brasileiro. Localiza-se a uma latitude 24°42'18" sul e a uma longitude 52°08'45" oeste, estando a uma altitude de 700 m. Sua população estimada em 2005 era de 3.462 habitantes.[carece de fontes?]

DemografiaEditar

Dados do Censo - 2000

População Total: 4.496

  • Urbana: 652
  • Rural: 3.844
  • Homens: 2.404
  • Mulheres: 2.092

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,640

  • IDH-M Renda: 0,548
  • IDH-M Longevidade: 0,594
  • IDH-M Educação: 0,778

ClimaEditar

Segundo a classificação de Köppen, o clima é do tipo Cfb – subtropical úmido mesotérmico, cuja temperatura média anual é de 20°C, com média superior a 22°C nos meses mais quentes e inferior a 18°C nos meses mais frios. Os verões são quentes e invernos com ocorrência de geadas entre Maio a Agosto. A precipitação pluviométrica normal é em torno de 1700 a 1900 mm/ano e a umidade relativa do ar é de aproximadamente 80%.

AdministraçãoEditar

EconomiaEditar

A base da econômica do município de Mato Rico é a agropecuária. O município está dividido basicamente em pequenas propriedades, com áreas médias de 22,4 Ha, sendo então 82% de pequenos agricultores familiares (proprietários, meeiros, arrendatários e posseiros) e caracteriza-se pela baixa ou até média tecnologia com mão de obra familiar.[carece de fontes?]

A principal cultura é o milho, para consumo próprio e comercial, juntamente com a pecuária de corte, feijão, arroz, algodão, pecuária mista, soja e tendo como atividades emergentes, a apicultura e sericicultura e com grande potencial para o turismo rural e ecoturismo.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 

Ligações externasEditar