Abrir menu principal
Maurice Binder
Nascimento 25 de agosto de 1925
Nova Iorque, Nova Iorque,
 Estados Unidos
Morte 9 de abril de 1991 (65 anos)
Londres,  Inglaterra
Ocupação Artista gráfico
Projetista de créditos

Maurice Binder (Nova Iorque, 25 de agosto de 1925Londres, 9 de abril de 1991) foi um artista gráfico e projetista de créditos, mais conhecido por trabalhar em quatorze filmes da série James Bond.

BiografiaEditar

Binder nasceu em Nova Iorque no dia 25 de agosto de 1925, estudando para se tornar um artista. Depois de trabalhar nas áreas de projeto e publicidade de várias companhias, ele conseguiu tornar-se diretor de publicidade da Macy's.[1]

Por sua paixão pelo entretenimento, Binder deixou seu emprego na Macy's e foi trabalhar no cinema, primeiro na Universal Studios e depois na Columbia Pictures. Seu primeiro trabalho foi o de criar os créditos de Indiscreet, de Stanley Donen; ele rapidamente se tornou um grande colaborador de Donen. Seu trabalho em The Grass Is Greener, de 1960, chamou a atenção do produtor Albert R. Broccoli.[1]

Broccoli chamou Binder para trabalhar nos créditos do primeiro filme baseado no personagem James Bond, Dr. No.[1] Além de projetar os créditos principais do filme, ele também criou sua abertura, a sequência do cano da pistola:

Binder não trabalhou nos créditos dos dois filmes seguintes da franquia, From Russia with Love e Goldfinger, por estar ocupado em outros projetos, com as funções de projetista de créditos sendo desempenhadas por Robert Brownjohn. Depois de Brownjohn ter se desentendido com o produtor Harry Saltzman,[3] Binder foi chamado de volta em Thunderball, continuando com a série pelos vinte e quatro anos seguintes até Licence to Kill.[1]

Binder morreu no dia 9 de abril de 1991, em Londres, devido a um câncer de pulmão. Seu sucessor como projetista dos créditos de Bond foi Daniel Kleinman.[1]

Referências

  1. a b c d e «A World Of Icons - The Art Of Maurice Binder». MI6-hq.com. 15 de abril de 2008. Consultado em 30 de outubro de 2012 
  2. Pfeiffer, Lee; Lisa, Philip (1995). The Incredible World of 007: An Authorized Celebration of James Bond. [S.l.]: Boxtree. p. 200. ISBN 0806516984 
  3. King, Emily (2005). Robert Brownjohn: Sex and Typography. [S.l.]: Laurence King Publishing. p. 68-69. ISBN 1568985509 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.