Abrir menu principal
Mauro Motta
Informação geral
Nascimento 19 de fevereiro de 1949 (70 anos)
Origem Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileiro
Ocupação(ões) Compositor, produtor musical

Mauro Motta (Rio de Janeiro, 19 de fevereiro de 1949)[1] é um compositor e produtor musical brasileiro.

Foi principal parceiro de Raul Seixas, no qual compôs dezenas de músicas, tais como, "Sheila", "Baby baby". Mas o maior sucesso de Mauro Motta como compositor foi em 1973, com o sucesso "Doce, doce amor" em parceria com Raul Seixas e gravada na voz do Jerry Adriani. Outros de seus sucessos são "Nosso amor", "Eu e ela" e "Tanta solidão", todas gravadas por Roberto Carlos.[1]

Foi vencedor de dois Prêmio Grammy, em 2005 e 2006.[2]

Produziu para grandes artistas da música popular brasileira como, Raul Seixas, Agnaldo Timóteo, Amelinha, Elba Ramalho, Zé Ramalho, Claudia Telles, Jerry Adriani, Wanderléa, Turma do Balão Mágico, Fábio Júnior, entre outros.[3][1]

Referências

  1. a b c «Mauro Motta». Dicionário Cravo Albin. Consultado em 17 de maio de 2014 
  2. «Vencedores do Grammy Latino» 
  3. Paula Fernandes (3 de novembro de 2012). «Trajetória de Mauro Motta». Extra. Globo.com. Consultado em 17 de maio de 2014 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um(a) compositor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.