Abrir menu principal
Maximiliano Emanuel
Duque na Baviera
Consorte Amália de Saxe-Coburgo-Gota
Casa Wittelsbach
Nascimento 7 de dezembro de 1849
  Munique, Flag of Bavaria (striped).svg Reino da Baviera
Morte 12 de junho de 1893 (43 anos)
  Feldafing, Flag of Bavaria (striped).svg Reino da Baviera
Enterro Cripta da Igreja de São Quirino, Tegernsee, Reino da Baviera
Filho(s) Siegfried
Cristóvão
Leopoldo
Pai Maximiliano José, Duque na Baviera
Mãe Luísa Guilhermina da Baviera

Maximiliano Emanuel de Wittelsbach (em alemão: Maximiliam Emanuel von Wittelsbach ) (Munique, 7 de dezembro de 1849 - Feldafing, 12 de junho de 1893), foi duque na Baviera [1][2].

Índice

FamíliaEditar

Maximiliano Emanuel foi o décimo e último filho do duque Maximiliano José na Baviera e de sua esposa e prima, a princesa Luísa Guilhermina da Baviera [1]. Seus avós paternos foram o duque Pio Augusto na Baviera e a princesa Amélia Luísa de Arenberg; enquanto seus avós maternos foram o rei Maximiliano I José da Baviera e sua segunda esposa, a princesa Carolina de Baden. Entre seus irmãos encontram-se Isabel da Baviera, Imperatriz da Áustria, Maria Sofia da Baviera, Rainha das Duas Sicílias e Sofia Carlota da Baviera, Duquesa de Alençon.

Casamento e filhosEditar

Maximiliano casou-se em Ebenthal, Baixa Áustria, em 20 de setembro de 1875, com a princesa Amália de Saxe-Coburgo-Gota [1], quarta filha do príncipe Augusto de Saxe-Coburgo-Gotha e da princesa Clementina de Orléans. Entre os irmãos de Amália encontram-se o rei Fernando I da Bulgária e o príncipe Luís Augusto de Saxe-Coburgo-Gota, genro do imperador Pedro II do Brasil pelo seu casamento com a princesa Leopoldina do Brasil. O casal teve três filhos [1]

MorteEditar

Maximiliano morreu em Feldafing, em 12 de junho de 1893, aos 43 anos de idade [1]. Seu corpo foi sepultado na Sankt Quirinus Kirche ("Igreja de São Quirino"), em Tegernsee [3][4].

Referências

  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.