Maximiliano de Tébessa

São Maximiliano de Tébessa (ou Maximiliano da Numídia) é um santo cristão e mártir nascido no ano de 274.[1] Pela profissão de militar de seu pai, Fabio Victor, foi obrigado a seguir a carreira militar aos 21 anos. Perante o procônsul da Numídia Deão Cásio, recusou ser soldado devido a sua condição de cristão. Foi condenado à morte por decapitação em 12 de março de 295, na cidade de Thavaste (agora Tébessa, Argélia).[2] Tem sido engrandecida a figura de são Maximiliano como o primeiro objetor de consciência.[3]

Maximiliano de Tébessa
Nascimento 274 (1747 anos) em Tébessa, Argélia
Morte 12 de março de 295 em Thavaste (hoje Tébessa), Numídia (hoje Argélia)
Veneração por Igreja Católica
Igrejas Orientais
Festa litúrgica 12 de março
Gloriole.svg Portal dos Santos

Referências

Ligações externasEditar