Medalha Thomson

A Medalha Thomson é um prêmio criado em 2008 atribuído pelo Instituto de Física da Grã Bretanha[1], para cientistas que se destacam nos avanços da técnica de espectrometria de massas (EM) inventada e/ou desenvolvida por Joseph J. Thomson, Eugen Goldstein , Arthur J. Dempster, Francis W. Aston , Hans G. Dehmelt e Wolfgang Paul (todos eles receberam o Prêmio Nobel de Física pelas suas contribuições no avanço científico de descobertas relacionadas também a esta técnica de espectrometria de massa (EM) que envolve medições das relações massa-carga dos íons formados quando uma amostra é ionizada[2][3][4]. A EM resolve problemas analíticos em biotecnologia, estudos ambientais, química de polímeros, diversas aplicações forenses, distinções de inorgânicos, orgânicos, proteômicos, etc. John Bennett Fenn e Koichi Tanaka desenvolveram outra técnica suave de ionização chamada de soft laser desorption (1987), receberam o Prêmio Nobel de Química em 2002. O alto número de prêmios Nobel que foram dados a quem se dedicou direta ou indiretamente a EM demonstram por si o valor desta técnica para o avanço da ciência. A medalha Thonson, neste contexto, apesar de não ser popular, representa uma avaliação ainda mais profunda feita pelos próprios especialistas (pares) em EM. O cientista distinguido pela medalha Thomson recebe a quantia de 1000 libras e um diploma.[1]

Premiados[5]Editar

Referências

  1. a b «Thomson Medal and Prize» (em inglês). Consultado em 5 de maio de 2010 
  2. Hoffmann, Edmond de (2005). «Mass Spectrometry». American Cancer Society (em inglês). ISBN 978-0-471-23896-6. doi:10.1002/0471238961.1301191913151518.a01.pub2. Consultado em 2 de fevereiro de 2021 
  3. Haddad, Renato; Sparrapan, Regina; Eberlin, Marcos N. (2006). «Desorption sonic spray ionization for (high) voltage-free ambient mass spectrometry». Rapid Communications in Mass Spectrometry (em inglês) (19): 2901–2905. ISSN 1097-0231. doi:10.1002/rcm.2680. Consultado em 2 de fevereiro de 2021 
  4. Ekinci, K. L.; Roukes, M. L. (26 de maio de 2005). «Nanoelectromechanical systems». Review of Scientific Instruments (6). 061101 páginas. ISSN 0034-6748. doi:10.1063/1.1927327. Consultado em 2 de fevereiro de 2021 
  5. «Joseph Thomson medal recipients» (em inglês). Institute of Physics. Consultado em 27 de outubro de 2017. Cópia arquivada em 6 de julho de 2017 
  6. «2008 Thomson medal and prize» (em inglês). Consultado em 5 de maio de 2010 
  7. «2012 Thomson medal and prize» (em inglês) 
  8. «2014 Thomson medal and prize» (em inglês) 
  9. «ASMS Members Honored at IMSF 2016». asms.org. Consultado em 11 de junho de 2020 
  10. «Medalha J. J. Thomson | Instituto de Química». iqm.unicamp.br. Consultado em 11 de junho de 2020