Meia Hora (Brasil)

Meia Hora de Notícias
Capa do jornal em 2011
Periodicidade diário
Formato Tabloide
Sede Rio de Janeiro
Preço R$ 1,00 (segunda-feira a sábado), R$ 2,00 (domingo)
Slogan Nunca foi tão fácil ler jornal
Fundação 2005
Fundador(es) Gigi Carvalho
Presidente Daniel Penalva
Diretor Henrique Freitas
Editor Edmo Junior
Circulação Rio de Janeiro
Página oficial Meia Hora

Meia Hora de Notícias é um jornal do Rio de Janeiro, ligado ao grupo O Dia. Trata-se de um tabloide popular com preços de R$ 1,00 de segunda a sábado e de R$ 2,00 aos domingos. Tem de 32 a 44 páginas, é matutino e tem como objetivo ser de fácil compreensão. Em virtude das notícias locais e da linguagem popular empregada, é destinado às classes C e D, um segmento, identificado em pesquisa, que não tem recursos e/ou tempo disponível para ler jornal.

HistóriaEditar

Apresentou-se inicialmente como opção mais barata e prática ao Extra mas acabou criando um novo público, a que se seguiram concorrentes como o Expresso, ligado ao Grupo Globo. Grande parte do noticiário é retirado do O Dia.

A proposta é publicar noticias sobre cidades, polícia, esportes, utilidades públicas, oportunidades, entretenimento, classificados e lazer em textos curtos e numa linguagem repleta de gírias e erros.

O tabloide colocou no trem vendedores autônomos que, com o colete da empresa, anunciam a venda do produto.

Em 2015, sua tiragem média registrada nos dias de semana eram de 114.036 mil exemplares, o que tornou o terceiro, jornal mais lido do estado - atrás, respectivamente, do O Globo e do Extra — e o 10º do país.[1] O Meia Hora chegou a ter uma versão exclusiva para São Paulo entre os anos de 2010 e 2011 mas não repetiu o mesmo sucesso da versão original carioca e foi retirado de circulação.

Editoriais

Suas editorias são: Serviço, Geral, Voz do Povo, Polícia, Esporte, Saúde, De tudo um pouco, Alto Astral, Tecnologia e Mundo. Algumas páginas são destinadas à vida de celebridades e televisão, outras são dedicadas ao Jornal da FM O Dia, contendo testes de conhecimentos sobre assuntos diversos, piadas, promoções, programações de rádio e agenda,outras sobre o carnaval carioca. Além de cadernos de veículos,imóveis, negócios, empregos dentre outros fora as paginas reservadas aos classificados.

PrêmioEditar

Referências

  1. «Os maiores jornais do brasil de circulação paga, por ano». Associação Nacional de Jornais. Consultado em 2 de maio de 2016. Arquivado do original em 11 de outubro de 2015 
  2. «Capa do Meia Hora ganha Prêmio Esso». Meio e Mensagem. 12 de novembro de 2014. Consultado em 14 de novembro de 2019 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.