Memorial Aeroespacial Brasileiro

Memorial Aeroespacial Brasileiro (MAB) é um museu brasileiro localizado no município de São José dos Campos, estado de São Paulo. Foi criado em 2004 pelo DCTA - Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (antigo CTA), com o objetivo de preservar a história da indústria aeroespacial do Brasil.[1]

Memorial Aeroespacial Brasileiro
Área externa do memorial
Tipo público
Inauguração 19 de fevereiro de 2004 (18 anos)
Curador Força Aérea Brasileira
Prefeitura de São José dos Campos
Website http://www.mab.cta.br
Geografia
País Brasil
Localidade São José dos Campos, SP
Coordenadas 23° 13' 21" S 45° 51' 35" O

EspaçosEditar

O MAB, que fica defronte ao Aeroporto de São José dos Campos e da principal unidade da Embraer, terceira maior fabricante de aeronaves do mundo e que nasceu dentro do DCTA, está instalado numa área de 75 mil metros quadrados que preserva a fauna e a flora existentes no campus. Abriga, além do salão de exposição, auditório com capacidade para 120 pessoas. Também estão disponíveis no local estacionamento e uma área para alimentação com vista para o lago.

Seu acervo está disposto em vários ambientes.[2]

Ambiente ensinoEditar

Conta com algumas curiosidades de 1950, como o primeiro aparelho de fax utilizado pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), e painéis que mostram a história do instituto.

Ambiente aeronáuticaEditar

O Ambiente Aeronáutica expõe as primeiras e as principais pesquisas do DCTA, incluindo motores, motor a álcool (veículo Dodge Polara, primeiro veículo à metanol do Brasil), e maquetes de ensaio em túnel de vento.

O segundo protótipo do Bandeirante, primeiro avião desenvolvido e fabricado no Brasil, e um painel dedicado ao tenente-brigadeiro-do-ar Paulo Victor da Silva, considerado o precursor da indústria aeronáutica brasileira, complementam esse setor da exposição.

Ambiente defesaEditar

Ambiente Defesa mostra itens pesquisados e desenvolvidos pelo DCTA e pelas empresas Avibras e Mectron, representando a indústria bélica brasileira com bombas, empenas, suporte com lançadores múltiplos e mísseis.

Ambiente espacialEditar

O Ambiente Espacial traz maquetes dos foguetes Sonda e do VLS-1 (Veículo Lançador de Satélites), semicoifas, propulsores, tubeira e protótipo do giroscópio a fibra óptica; entre outros.

Ambiente pesquisas associadasEditar

O Ambiente Pesquisas Associadas expõe as pesquisas de ponta realizadas pelos institutos do DCTA, como o protótipo de urna eletrônica em funcionamento nas eleições.

O espaço marechal-do-ar Casimiro Montenegro Filho homenageia o fundador do então CTA e do ITA. No local, estão expostos o acervo pessoal do marechal, doado pela família, e um painel com fotos e textos que retratam um pouco de sua vida.

Área de exposição externaEditar

Na área de exposição externa estão aeronaves de fabricação nacional e réplicas dos foguetes do Programa Espacial Brasileiro, entre os quais, em escala natural, o VLS (Veículo Lançador de Satélites), os aviões EMB 110 Bandeirante, EMB 120 Brasília, CBA-123 Vector, Emb-121 Xingu, Embraer 312 Super Tucano e o jato de ataque ítalo-brasileiro AMX[3][4]

GaleriaEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. DCTA, Seção de Tecnologia da Informação -. «Memorial Aeroespacial Brasileiro». www.mab.cta.br. Consultado em 23 de janeiro de 2016 
  2. Campos, Prefeitura Municipal de São José dos. «Memorial Aeroespacial Brasileiro - MAB - Prefeitura Municipal de São José dos Campos». www.sjc.sp.gov.br. Consultado em 23 de janeiro de 2016. Arquivado do original em 31 de janeiro de 2016 
  3. Alexandre Galante. «Para não esquecer: MAB – Memorial Aeroespacial Brasileiro, em São José dos Campos-SP». Poder Aéreo - Forças Aéreas e Indústria Aeronáutica. Consultado em 23 de janeiro de 2016 
  4. «A história da indústria aeronáutica brasileira no Memorial Aeroespacial Brasileiro - AEROIN». AEROIN. Consultado em 23 de janeiro de 2016 

Ligações ExternasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Memorial Aeroespacial Brasileiro