Men, Women, and Chainsaws

Men, Women, and Chain Saws: Gender in the Modern Horror Film  é um livro escrito pela americana Carol J. Clover em 1992. Nele, ela investiga os gêneros em filmes de terror e o apelo do cinema de terror, em particular os filmes slasher, de ocultismo e de estupro e vingança, a partir de uma perspectiva feminista.[1] Embora esses filmes pareçam oferecer prazer sádico a seus telespectadores, Clover argumenta que essas películas são criadas para fazer com que os espectadores se identifiquem não com o vilão, mas, sim, com a vítima feminina — a "final girl"—, que finalmente derrota seu perseguidor.[2] O livro foi nomeado ao Bram Stoker Awards de 1992 na categoria de Melhor não-ficção.[3]

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.