Menino Maluquinho - O Filme

filme de 1995 dirigido por Helvécio Ratton

Menino Maluquinho - O Filme é um filme infantil brasileiro de 1995 dirigido por Helvécio Ratton e produzido por Tarcísio Vidigal, baseado na obra infanto-juvenil do cartunista Ziraldo. É estrelado por Samuel Costa no papel do Menino Maluquinho, além de contar com as participações de Patricia Pillar, Roberto Bomtempo, Edir Castro, Hilda Rebello e Luís Carlos Arutin, sendo o último filme de Arutin antes de sua morte em 1996. Foi produzido pela companhia mineira Grupo Novo de Cinema e TV e distribuído pela RioFilme.

Menino Maluquinho - O Filme
Capa do DVD do filme.
 Brasil
1995 •  cor •  82 min 
Direção Helvécio Ratton
Produção Tarcísio Vidigal
Produção executiva Juliana Carvalho
Tarcísio Vidigal
Roteiro Alcione Araújo
Helvécio Ratton
Maria Gessy
Ziraldo
Baseado em O Menino Maluquinho de
Ziraldo
Narração Paulo José
Elenco Samuel Costa
Patricia Pillar
Roberto Bomtempo
Edir Castro
Hilda Rebello
Luís Carlos Arutin
João Romeu Filho
Género comédia infantil, aventura
Música Antonio Pinto
Direção de fotografia José Tadeu Ribeiro
Direção de arte Clóvis Bueno
Figurino Kika Lopes
Edição Vera Freire
Companhia(s) produtora(s) Grupo Novo de Cinema e TV
Distribuição RioFilme (lançamento original)
Europa Filmes (lançamento em DVD)
Lançamento 7 de julho de 1995[1]
Idioma português
Cronologia
Menino Maluquinho 2 - A Aventura (1998)

O filme ganhou uma continuação em 1998 chamada Menino Maluquinho 2 - A Aventura.

SinopseEditar

Maluquinho, um menino travesso da classe média, adora brincar e pregar peças nos amigos, mas sofre quando seus pais se separam. Mas aí aparece o Vovô Passarinho, que o leva para passar divertidas férias no interior de Minas Gerais, onde vive agitadas aventuras com seus amigos e seu primo da roça Tonico.

ElencoEditar

ProduçãoEditar

Muitas cenas de Menino Maluquinho - O Filme foram filmadas na rua Congonhas,[2] no bairro Santo Antônio, em volta de uma casa que é a residência do Menino Maluquinho durante o filme.[3] Outras cenas foram gravadas na cidade de Tiradentes, em Minas Gerais.[4]

O elenco infantil, escolhido através de inúmeros testes, chegou a crianças na maior parte de Belo Horizonte, com exceção do próprio Maluquinho Samuel Costa, de São Paulo, e o Bocão João Romeu Filho, do Rio de Janeiro.[5] Após pesquisa de Cristina Castro, intérprete de Julieta que virou jornalista, somente Costa realmente teve uma carreira artística depois. A atriz Fernanda Guimarães, intérprete da Nina, também chegou a atuar no filme Tiradentes, de Oswaldo Caldeira, além de estrelar comerciais no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte.[6]

Referências

  1. «`Menino Maluquinho' compete com Spielberg». Folha de S.Paulo. 3 de julho de 1995. Consultado em 11 de maio de 2015 
  2. História do bairro Santo Antônio Prefeitura de Belo Horizonte - Acesso em 21 de fevereiro de 2009.
  3. Local onde morou o menino maluquinho[ligação inativa] Tô Formando - Acesso em 21 de fevereiro de 2009.
  4. «Menino Maluquinho, o Filme». Cinemateca Brasileira. Consultado em 11 de julho de 2013 
  5. Infância maluquinha, Kika Castro
  6. Por onde anda a turma do filme Menino Maluquinho, 20 anos depois
  Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.