Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Se procura o programa de televisão da TV Gazeta, veja Mesa Redonda.

Em televisão, Mesa-redonda é um gênero de programa de debates. As mesas-redondas mais comuns e mais conhecidas são aquelas dedicadas a discussões esportivas.

Como Programas esportivos, as mesas-redondas são conhecidos por sempre trazerem discussões e desentendimentos entre os comentaristas, cada um com uma opinião diferente sobre escalações, jogadas e times do coração.[1]

Atualmente, as mesas redondas esportivas estão em praticamente todos os canais abertos e, em todos os canais fechados esportivos, e são a base do jornalismo esportivo na TV Brasileira.[2]

HistóriaEditar

Mesas Redondas EsportivasEditar

Segundo o “Guia dos Curiosos”, de Marcelo Duarte, em 18 de setembro de 1955, no aniversário de cinco anos da TV no Brasil, o clássico Santos 3 x 1 Palmeiras, na Vila Belmiro, transmitido pela TV Record, foi a primeira transmissão de um evento esportivo da TV brasileira.[3]

8 anos depois desta primeira transmissão esportiva, o futebol, portanto, já estava consolidado como grande atração na Televisão. A TV, então, já começava a captar boas verbas publicitárias nesta área. Foi nesse ambiente que estreou, no final de 1963, a primeira mesa-redonda brasileira sobre futebol. Coube esse mérito ao programa Grande Revista Esportiva (que pouco tempo depois passou a se chamar Grande Resenha Facit por conta do patrocínio da empresa Facit, fabricadora de máquinas de escrever), da TV Rio. O programa era composto por comentaristas que discutiam a atuação e o desempenho dos times cariocas, principalmente nos jogos disputados no Maracanã no final de semana. A mesa era formada por Armando Nogueira, Nelson Rodrigues, João Saldanha, José Maria Scassa, Hans Henningsen (o “Marinheiro Sueco”), Vitorino Vieira, o ex-artilheiro Ademir e, como âncora, Luiz Mendes.[4] O formato desenvolvido à época serviu de inspiração para todos os futuros programas de debate esportivo[5]

Foi Luiz Mendes quem sugeriu a ideia do programa ao então diretor da TV Rio, Walter Clark, depois de assistir na emissora a um debate político entre os comentaristas Oliveira Bastos, Murilo Mello Filho e Villas-Boas Corrêa. O apresentador achava os debates interessantes e se questionava por que não poderia ser feito um programa no mesmo formato sobre futebol, já que os jogos eram disputados todo final de semana.[4]

Desta forma, inicialmente, os programas estilo mesa-redonda eram transmitido nas noites de domingo, sempre após a realização das partidas dos campeonatos profissionais.

Na esteira da Grande Resenha Esportiva Facit, surgiram outros programas de debate esportivo nas emissoras concorrentes. A TV Record apostou em Sílvio Luiz para comandar o Na Boca do Tigre (1967). A TV Continental lançou A Prova dos Nove (1969), que contava com grandes estrelas do rádio esportivo. Já em 1972, a TV Gazeta criou um dos programas mais marcantes do tipo, o Futebol é com 11. [5]

Em 1993, o programa Cartão Verde, da TV Cultura, foi o primeiro a acreditar que as noites de segunda-feira também poderiam, sim, ser um bom momento para falar sobre futebol.

Estes programas, porém, tinham algo em comum: Os comentaristas eram torcedores fanáticos dos grandes clubes, e os telespectadores sabiam disso.[5]

Desde os anos 1990, com o advento das televisões por assinatura, as mesas-redondas vêm incorporando algumas mudanças pontuais. Comentaristas mais "isentos" foram incorporados, e as mulheres, antes completamente ausentes das atrações, já começam a ganhar espaço como apresentadoras, comentaristas ou mediadoras entre o programa e o público.[6]

Atualmente, as mesas redondas esportivas estão em praticamente todos os canais abertos e, em todos os canais fechados esportivos, e são a base do jornalismo esportivo na TV Brasileira.[2]

Referências

  1. catracalivre.com.br/ Apresentador e comentarista protagonizam treta em mesa redonda
  2. a b Placar Magazine maio 2004
  3. blogdojuca.uol.com.br/ Sim, a TV transmitia futebol em fevereiro de 1955
  4. a b memoriaglobo.globo.com/ Grande Resenha Facit foi a primeira mesa-redonda de futebol na TV Globo
  5. a b c [RIBEIRO, André. Os Donos do Espetáculo: Histórias da Imprensa Esportiva no Brasil. São Paulo: Editora Terceiro Nome, 2007
  6. [HOLLANDA, Bernardo Borges Buarque de. Mesas redondas: da falação esportiva ao futebol falado. In: HOLLANDA, Bernardo Borges Buarque de et al. Olho no lance: ensaios sobre esporte e televisão. Rio de Janeiro: 7Letras, 2013. p. 120-147.
  Este artigo sobre televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.