Mesquianguegaser

Rei e fundador da Primeira Dinastia de Uruque
Mesquianguegaser
Rei da Suméria
Rei de Ur
Reinado c. século XXVIII a.C., 324 anos
Antecessor(a) Aga de Quis (Primeira dinastia de Quis)
Sucessor(a) Enmercar
Filho(s) Enmercar

Mesquianguegaser (em sumério: 𒈩𒆠𒉘𒂵𒊺𒅕; romaniz.: Mesh-ki-ang-gasher) foi um governador sumério e o fundador da primeira dinastia de Uruque e o pai de Enmercar, de acordo com a Lista de reis da Suméria. Como governador histórico, ele teria aparecido por volta do século XXVIII a.C. (2ª Idade do Bronze).

Em Eana, Mesquianguegaser, o filho de Utu, veio a se tornar en e depois lugal; governou por 324 (ou por 325) anos. Ele entrou no mar edesapareceu. Enmercar, o rei de Uruque, o qual construiu Uruque, tornou-se rei e governou por 420 anos.[1]

Eana foi um nome de um templo construído em Uruque a Inana. Na entrada havia Mesquianguegaser governando o castelo, no qual teria seu filho construído a cidade de Uruque, e havia se tornado o templo principal para seu deus protetor.

Ao contrário de seus sucessores Enmercar, Lugalbanda, Dumuzide e Gilgamés, Mesquianguegaser não é conhecido nas épocas ou na mitologia suméria, nem sequer dentro da Lista de reis da Suméria. Sua natureza como filho do Deus Sol, o fundador de uma grande dinastia e seus mistérios, desapareceu no mar dando a ele mais uma lenda mitológica. Seu filho Enmercar, também chamado "Filho de Utu" na mitologia suméria Enmercar e o Senhor de Arata, é creditado com a construção em um templo em Eridu e com a invenção da escrita cuneiforme.

No sistema de David Rohl de identificação de indivíduos na Idade do Bronze com personagens da Bíblia hebraica, Mesquianguegaser é identificado como Cuxe, pai de Ninrode.[2]

ReferênciasEditar

  1. Electronic Text Corpus of Sumerian Literature
  2. Legend: Genesis of Civilisation Arrow Books Ltd, London, 1999, pp. 451-452. Ver também Mizraim.