Mestre João Vicente

Mestre João Vicente
Nascimento 1380
Lisboa
Morte 1463 (83 anos)
Cidadania Portugal
Ocupação médico
Religião Igreja Católica

D. João Vicente (também conhecido por Mestre João) (Lisboa, 1380 - Viseu, 30 de Agosto de 1463) foi bispo de Lamego, doutor em Medicina e desempenhou funções como físico-mor do Reino[1]. Foi o primeiro catedrático de Medicina na Universidade de Lisboa, o segundo graduado em Teologia nesta mesma Universidade, além de se ter graduado em Direito em Bolonha[2]. Entrou na Ordem Dominicana no Convento de Benfica. Em Lisboa, deu os primeiros passos, juntamente com Martim Lourenço e D. Afonso Nogueira, para a formação de uma nova comunidade religiosa, objectivo que se cumpriu com fundação da Congregação dos Cónegos Seculares de S. Salvador de Vilar, quando obtiveram o antigo mosteiro de Vilar de Frades, em Barcelos, recebendo como cânones as as Constituições dos Cónegos de S. Jorge de Alga, em Veneza.

O projecto de constituição da nova ordem reuniu os esforços de João Vicente, Martim Lourenço e Afonso Nogueira que nela começaram a pensar a partir de 1420, principalmente depois de algumas conversas tidas na casa de Lourenço Anes, prior da Igreja de São Julião e onde constatavam a degradação moral e social da sociedade portuguesa e do clero em particular.

Referências bibliográficas

  1. Quinta de São Jorge de Recião - acesso a 16 de Julho de 2007
  2. SANTA MARIA, Francisco de, O Ceo aberto na Terra : historia das sagradas congregações dos Conegos Seculares de S. Jorge em Alga de Venesa & de S. João Evangelista em Portugal, Lisboa, Off. de Manoel Lopes Ferreyra, 1697,
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.