Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mestre Mateus
Nascimento 1161
Morte 1217 (56 anos)
Cidadania Reino da Galiza
Ocupação escultor, arquiteto

O Mestre Mateus foi um arquiteto e escultor, artífice do Pórtico da Glória da catedral de Santiago de Compostela. Diz-se que está auto-esculpido no próprio pórtico. Também é autor do antigo coro pétreo da mesma catedral. Este coro foi desfeito (chegando a ser encontradas algumas das suas peças como esteios em vinhas), mas agora está a ser objeto de obras de reconstrução.

Mateus foi o mestre das obras da Catedral de Santiago de Compostela desde 1168, nomeado por Fernando II de Leão para terminar a construção da catedral. Um documento de 1168 relata que a 23 de Fevereiro desse ano o rei Fernando II de Leão doou ao Mestre Mateus dois marcos de prata semanais, o que perfaz um total de 100 maravedis por ano, para toda a vida.

Da sua passagem por Compostela, faz referência o Tombo I, fólio 67, onde se incluem as rendas que pagavam certas casas conhecidas como as casas que pertenceram ao Mestre Mateus. O autor Antonio López Ferreiro situa estas casas na zona da Azivecharia, perto do Mosteiro de São Martinho Pinário.

A importância da sua obra faz que se fale da "Escola do Mestre Mateus", criadora de um estilo que influiu em todo o território galego e em outros lugares; um bom exemplo é a Capela Real da Catedral de Leão.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um(a) arquiteto(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.