Abrir menu principal

Gloria Estefan

Cantora cubana-americana
(Redirecionado de Miami Sound Machine)
Disambig grey.svg Nota: "Miami Sound Machine" redireciona para este artigo. Para o álbum, veja Miami Sound Machine (álbum).
Gloria Estefan
Gloriaestefan ahoy.jpg
Informação geral
Nome completo Gloria Maria Milagrosa Fajardo Estefan
Também conhecido(a) como Rainha da Música Latina, Deusa do Pop Latino, Imperatriz Latina
Nascimento 1 de setembro de 1957 (62 anos)
Origem Havana
País  Cuba
Gênero(s) pop latino, salsa, merengue, dance
Instrumento(s) vocal e violão
Período em atividade 1976 — presente
Gravadora(s) Sony Music Latin, Epic
Página oficial www.gloriaestefan.com

Gloria Estefan, nome artístico de Gloria Maria Milagrosa Fajardo (Havana, 1 de setembro de 1957), é uma cantora cubana radicada nos Estados Unidos. Ela começou sua carreira como vocalista do grupo Miami Latin Boys, que mais tarde ficou conhecido como Miami Sound Machine. Gloria possui três músicas em primeiro lugar no Billboard Hot 100 "Anything For You", "Don't Wanna Lose You" e "Coming Out Of The Dark". Ela ganhou três prêmios Grammy,[1] e vendeu mais de cem milhões de discos no mundo todo,[2][3] e está na Lista de recordistas de vendas de discos. Estefan também está na lista dos "100 Maiores Artistas de Todos os Tempos" da Billboard.[4]

BiografiaEditar

Com menos de dois anos sua família teve que se mudar para Miami devido à violência da Revolução Cubana de 1959. Seu pai José Fajardo (1933–1980), era guarda-costas de Fulgencio Batista, presidente deposto por Fidel Castro. Seu pai acaba se tornando militar das forças armadas estadunidenses e vai para a Guerra do Vietnã logo após, fato este que o deixa debilitado e ficando sob o cuidado da esposa e das filhas. Um tempo depois seu pai morre e ela continua a enfrentar a vida com sua mãe Gloria García Fajardo (1930–2017),[5] e sua irmã Rebeca ("Becky").[6] Gloria desde pequena é aficionada à música cubana, cujas canções ensinadas pela avó ela tocava em seu violão.

Durante a infância, a mãe de Estefan, Gloria (apelidada de "Big Gloria"), ganhou um concurso internacional e recebeu uma oferta de Hollywood para dublar os filmes de Shirley Temple em espanhol.[7] Seu avô paterno, José Manuel Fajardo González foi responsável por abrir um dos primeiros restaurantes cubanos em Miami, Flórida.[8] Estefan foi criada como católica e frequentou a escola São Miguel Arcanjo e a Academia Nossa Senhora de Lourdes em Miami.

Gloria tornou-se uma cidadã naturalizada dos Estados Unidos em 1974.[9] Ela se formou na faculdade em 1979 com um B.A. em psicologia, com especialização em francês, pela Universidade de Miami. Quando Estefan estava estudando na universidade, trabalhou como tradutora de inglês, espanhol e francês no Departamento de Alfândega do Aeroporto Internacional de Miami. Por causa de suas habilidades linguísticas, Gloria foi abordada pela CIA como uma possível agente.[10]

Início da CarreiraEditar

Gloria participava e colaborava com grupos estadunidenses que cantavam versões das canções dos Beatles e dos Rolling Stones, e foi no curso de psicologia que Gloria conheceu seu esposo Emílio Estefan, que na época já tinha um grupo musical chamado "Miami Latin Boys".[11] Vendo Gloria cantar na Igreja, Emilio Estefan não hesitou em convidá-la para entrar no grupo, houve resistência no início por parte da cantora, mas acaba aceitando o convite e integrando a banda que muda de nome e passa a se chamar "Miami Sound Machine". O grupo mesclava Pop, Rock e sons latinos com canções cantadas tanto em inglês como em castelhano. Nessa época, Emilio e Gloria começam a namorar. Em 1977, o grupo passa a fazer shows e logo após é lançado o primeiro LP "Renacer". Emilio e Gloria se casam em 1978. Outros álbuns da banda se sucederam como "Miami Sound Machine" (1978), "Imported" (1979). Em 2 de Setembro de 1980, nasce o primeiro filho do casal, Nayib Estefan. No mesmo ano, é lançado o álbum "MSM Piano Album" (1980), seguido de "Otra vez" (1981), "Rio" (1982) e "A Toda máquina" (1983). Durante esse período, o grupo fez várias turnês pela América Central e do Sul.

1984 - 1989Editar

Em 1984, é lançado "Eyes of Innocence", o primeiro álbum da banda Miami Sound Machine em inglês. O álbum alcançou repercussão não apenas nos Estados Unidos, mas também na Inglaterra e na Austrália onde o single "Doctor Beat" entrou nas paradas da categoria "Hot Dance". A partir daí iniciava-se a trajetória internacional de Gloria.

Depois do relativo sucesso do primeiro álbum, é lançado, em 1985, o álbum "Primitive Love" que trazia "Conga", o primeiro single de sucesso mundial do Miami Sound Machine, que chegou ao top 10 nos EUA. O álbum também gerou outros sucessos como "Words Get In The Way" e "Bad Boy". "Primitive Love" vendeu mais de seis milhões de cópias só nos Estados Unidos. A música "Hot Summer Nights" também foi lançada naquele ano na trilha sonora do filme Top Gun.

O álbum seguinte "Let It Loose" de 1987 foi outro grande exito, com três milhões de cópias vendidas apenas nos EUA. Nesse mesmo ano o grupo mudou de nome para "Gloria Estefan and The Miami Sound Machine".[12] Vários singles deste álbum chegaram ao top 10 da Billboard Hot 100, como "Anything for You", que foi o primeiro single Nº 1 de sua carreira, seguidos de "1-2-3" (Nº 3), "Rhythm is Gonna Get You" (Nº 5) e "Can't Stay Away From You" (Nº 6).

Em 1989, o nome do grupo foi retirado e Estefan passou a ser creditada como artista solo. No mesmo ano foi lançado o álbum "Cuts Both Away", seu álbum mais vendido até hoje, que rendeu singles como "Don't Wanna Lose You" seu segundo single em primeiro lugar na Billboard Hot 100,[13] seguidos de outros sucessos como "Here we Are", "Get on Your Feet", "Oye mi Canto [Spanish Version]" de grande sucesso na Europa, em especial na Espanha e na França. "Don't Wanna Lose You" ainda ganhou mais duas versões uma em espanhol "Si voy a perderte", e outra em português "Se tenho que te Perder", lançada especialmente para o mercado brasileiro.[14]

1990 - 1999Editar

Em 20 de março de 1990, Gloria sofreu um terrível acidente de trânsito, quando um caminhão colidiu com o ônibus em que ela estava durante uma tempestade de neve e ficou gravemente ferida, sofrendo uma fratura na espinha.[15] Estefan estava retornando de uma reunião com o presidente George Bush para discutir sua participação em uma campanha antidrogas.[16] Ela foi levada a UTI do Community Medical Center e no dia seguinte foi levada de helicóptero para a cidade de Nova York, onde passou por uma longa cirurgia para implantar dois pinos de titânio para estabilizar sua coluna vertebral. Sua reabilitação exigiu quase um ano de fisioterapia intensiva. No entanto, ela conseguiu uma recuperação completa e retornou a sua turnê internacional dez meses após a colisão.[17]

Em 1991, Gloria retorna as paradas de sucesso com o lançamento do álbum "Into The Light". Ela apresentou o primeiro single do álbum "Coming Out of the Dark" no American Music Awards daquele ano, sendo aplaudida de pé. "Coming Out of the Dark" chegou ao primeiro lugar na "Billboard Hot 100"[18] e "Adult Contemporary", e ganhou uma versão em espanhol chamada "Desde La Oscuridad". O álbum rendeu outros singles de sucesso como "Seal Our Fate", "Live for Loving You" e "Nayib's Song (I am Here for You)" dedicada a seu filho Nayib. O álbum se tornou sua estréia mais alta na na parada de álbuns Billboard 200, chegando ao 5º lugar (também alcançou o 2º lugar na parada de álbuns britânicos), e recebeu certificado de platina no Reino Unido e platina dupla nos EUA.[19]

Em 1992, foi lançada a coletânea "Éxitos de Gloria Estefan" com suas canções de sucesso e uma versão em português para o mercado brasileiro de "He We Are" chamada "Toda Pra Você". A coletânea ganhou uma versão para os países de língua inglesa, chamada "Greatest Hits" que incluiu as baladas inéditas "Always Tomorrow", "I See Your Smile" e a faixa dance "Go Away", que fez parte da trilha sonora do filme Made in America.[20] Seu "Greatest Hits" é um dos mais vendidos em todo o mundo, com mais de 8 milhões de cópias.[21]

Em 1993, foi lançado seu primeiro álbum solo em espanhol "Mi Tierra", rico em sons latinos, se tornou o álbum em espanhol mais vendido da história, com quase 8,5 milhões de cópias em todo o mundo. Destaque para "Con los años que me quedan", "Mi tierra", "Mi buen amor", "Hablas de mi" e "Tradición". Com este álbum, Gloria ganhou seu primeiro "Grammy Awards". No mesmo ano foi lançado o álbum natalino "Christmas through your Eyes", que teve os singles "This Christmas" e "Silent Night". No mesmo ano, Gloria recebeu uma estrela na Calçada da Fama em Hollywood.[22][23]

Em 1994, saiu do forno "Hold me, Thrill me, Kiss me" álbum com canções em inglês da época que Gloria era mais nova e escutava estas canções no rádio. Destaque para "Turn the Beat Around" que foi tema do filme "The Specialist" e "Everlasting Love", ambas canções de muito sucesso nos Estados Unidos e Europa. No mesmo deu a luz a Emily, nascida em 5 de dezembro de 1994.

Em 1995, é lançado "Abriendo Puertas" álbum natalino em espanhol, que deu a Gloria seu 2º Grammy Award e foi um dos mais tocados daquele ano. Destaque para "Abriendo Puertas", "Más Allá" e "Tres Deseos" todas nº1 na categoria "Hot Latin Tracks" da Latin Billboard. No mesmo ano, se tornou a primeira cantora pop a ser convidada pessoalmente por um Papa para cantar no Vaticano.[24]

Em 1996, o encerramento das Olimpíadas de Atlanta seria memorável. Gloria cantou "Reach", tema oficial das olimpíadas de Atlanta, para mais de um bilhão de pessoas.[25] A música também fez parte do seu sétimo álbum "Destiny", lançado em junho daquele ano, que rendeu o singles "You'll be Mine (Party Time)", "I'm Not Giving You Up", "Higher", "No Pretendo" e "Show Me the Way Back to Your Heart", a última lançada apenas como single promocional. Em 18 de julho de 1996, Estefan embarcou em sua primeira turnê mundial em cinco anos - a Evolution World Tour - que passou pelos EUA, Canadá, Europa, América Latina, Austrália e Ásia.[26]

Em 1998, foi lançado "Gloria!" álbum dance de grande sucesso, destaque para "Heaven's what I Feel", "Oye" e "Don't let this Moment End", além das versões em espanhol "Corazón Prohibido" (Heaven's what I Feel) e "Oye" de grande sucesso na América Latina. Ainda nesse ano Gloria veio ao Brasil com a turnê de divulgação do álbum e participou de diversos programas de televisão. O álbum vendeu mais de 100 mil cópias no Brasil e recebeu um disco de ouro.[27] Essa foi a segunda vinda da cantora ao País, sua primeira visita ao Brasil ocorreu em 1982, durante férias pela América Latina.

Nesse mesmo ano, Gloria participou da primeira edição do VH1 Divas. Na apresentação solo, cantou "Turn The Beat Around" e "Heaven's What I Feel", além de um pot-pourri com três sucessos da época do Miami Sound Machine e "Get on Your Feet". Estefan dividiu o palco com Carole King, Celine Dion e Shania Twain no sucesso "You've Got a Friend", composto por King em 1977. E participou junto com Carole, Celine, Shania, Aretha Franklin e Mariah Carey da performance das canções "(You Make Me Feel Like) A Natural Woman" e "Testimony".[28]

Em 1999, Gloria Estefan gravou um dueto com o grupo de pagode brasileiro Só Pra Contrariar. A canção escolhida foi "Santo, Santo" que ganhou versões em espanhol e em português. "Santo Santo" foi indicada ao prêmio Grammy Latino em 2000, na categoria "Melhor Performance Pop de Grupo ou Duo". No mesmo ano, Gloria se juntou ao grupo pop 'NSync para a gravação da faixa "Music of My Heart". A canção faz parte da trilha sonora do filme "Music of the Heart", no qual Gloria também atuou como Isabel Vasquez. A canção chegou à segunda posição do Top 100 de singles da Billboard[29] e ganhou uma indicação ao Oscar de "Melhor Canção Original".

2000 - 2009Editar

Em 2000 foi lançado o álbum "Alma Caribeña", seu terceiro álbum em espanhol, com foco nos ritmos do Caribe. Recebeu grande destaque, principalmente com "No me Dejes de Querer", "Como me Duele Perderte" e "Tres Gotas de Agua Bendita" dueto com Celia Cruz. Com "No me Dejes de Querer" Gloria ganhou seu primeiro Grammy Latino na categoria "Melhor Vídeo", e seu terceiro Grammy Awards de "Melhor Álbum Latino Tropical Tradicional" em 2001.[30] Um ano depois lançou sua segunda coletânea em inglês "Greatest Hits V. II" que teve uma das músicas inéditas do álbum "Out Of Nowhere" como uma das mais tocadas na parada dance e foi indicada ao Grammy Awards de "Melhor Gravação Dance". Outros faixas inéditas estavam presentes na coletânea como "You can't Walk Away from Love" e "I Got no Love" e uma edição mais moderna de "Conga" denominada "Y-Tu-Conga".

Em 2003, é lançado o álbum em inglês "Unwrapped", com destaque para as faixas "I Wish You", "Wrapped", "Te Amaré". O álbum fez mais sucesso com as versões em espanhol "Hoy" e "Tu Fotografia" ambas chegaram ao primeiro lugar no "Hot Latin Tracks" da Billboard. O álbum rendeu a turnê "Live & Re-Wrapped" (que contou com os maiores sucessos de Estefan) que passou por 26 cidades nos Estados Unidos.[31]

Em 7 de abril de 2005, Estefan participou do "Selena ¡VIVE!", um concerto em homenagem a cantora Selena Quintanilla-Pérez. Estefan apresentou a música, "I Could Fall in Love".[32] Também naquele ano, Estefan fez a música "Young Hearts Run Free" que entrou para a trilha sonora da série Desperate Housewives.[33] Nessa mesma época, Gloria resolve lançar livros infantis com foco principal em sua cadela Noelle. O primeiro livro saiu em 2005, e foi chamado de "The Magically Mysterious Adventures of Noelle the Bulldog" [As Mágicas Aventuras de Noelle a Bulldog] acompanhado de um CD com a canção "Been Wishin (Sueño)". Repercutindo bem na área literária, o livro chegou ao segundo lugar no Best Seller do "The New York Times". Seguindo o mesmo ritmo, foi lançado em 2006, seu segundo livro intitulado "Noelle's Treasure Tale" (Tesouro de Noelle) e repetindo o sucesso do primeiro, alcançando o 3° lugar na lista.[34] O livro também é acompanhado por um CD com a canção "See With Your Heart (Ver Más Allá)".

Em 18 de Setembro de 2007, é lançado seu quarto álbum solo em espanhol "90 Millas", o título se refere a distância de Cuba à Flórida. O álbum alcançou o primeiro lugar na parada de álbuns latino-americana da Billboard. O primeiro single chamado "No llores" foi lançado no mercado. A música ficou bem posicionada nos Estados Unidos nas categorias latinas da Billboard. O álbum ficou em 25º lugar na lista da Billboard 200, vendendo 25.000 unidades em sua primeira semana. Na Espanha, ele estreou no terceiro lugar e recebeu um certificado de ouro.

Em 2008, Gloria foi honrada pelo Grammy Latino com o prêmio de personalidade do ano,[35] onde a mesma recebeu homenagens de nomes como Carlos Santana, Kenny G, Alexandre Pires, Jon Secada, Gian Marco, entre outros.[36] No mesmo evento, Gloria também ganhou dois prêmios com o seu álbum "90 Millas", o de "Melhor Canção Tropical" por "Píntame de Colores" e o de "Melhor Álbum Tradicional".[37] Em agosto do mesmo ano, ela iniciou a turnê "90 Millas World Tour". Estefan fez shows em Londres, Roterdã, Belfast e Aruba. Estefan realizou vários shows na Espanha, especificamente em Madri, Barcelona, ​​Saragoça e Tenerife. Dois desses shows, em Las Ventas, Espanha, e Roterdã, na Holanda, foram gratuitos.[38]

Em junho de 2009, Estefan e seu marido se tornaram os primeiros hispânicos a comprar ações em uma equipe da NFL, o Miami Dolphins, tornando-se sócios minoritários do mesmo.[39] No mesmo ano, Estefan abriu o "Casa Branca: Fiesta Latina 2009" com "No Llores". Além disso, no final, Estefan, juntamente com Jennifer Lopez, Thalía, Marc Anthony e José Feliciano, para apresentar uma versão de seu sucesso em espanhol, "Mi Tierra".[40]

2010Editar

Em 2010, Gloria e seu marido produziram a versão em espanhol da música de caridade "We Are The World". "Somos el Mundo" foi gravada por mais de 50 artistas latinos, e foi lançada em 1º de março para arrecadar fundos às vítimas dos terremotos do Haiti.[41][42] No dia 23 de março de 2010 decidiu, juntamente com o marido, convocar a população para uma marcha de protesto na famosa "Calle Ocho" de Miami, em suporte as "Las Damas de Blanco", que é um movimento de oposição em Cuba que consiste em esposas e outras parentes de dissidentes presos. Dois dias depois, 200 mil pessoas compareceram vestidas de branco para prestar solidariedade ao movimento e à família do prisioneiro político Orlando Zapata, que morreu fazendo greve de fome.[43]

Em 7 de abril de 2011, Estefan fez uma aparição sem aviso prévio nas audições para o The X Factor em Miami e incentivou os 7.500 participantes para as audições.[44] No mesmo ano, Estefan foi introduzida no Hall da Fama do Hollywood Bowl junto com o vencedor do Grammy, Harry Connick Jr. Os dois se apresentaram em um concerto especial em 17 de junho de 2011. O evento foi para arrecadar fundo para os programas de educação do Instituto da Filarmônica de Los Angeles.[45] Em 27 de setembro de 2011, Gloria lançou seu novo álbum de estúdio "Miss Little Havana", a cópia física foi disponibilizada apenas nas lojas Target dos EUA.[46] Colaboraram com ela, além de seu marido, os produtores Pharrell Williams, Motiff, e Drop Dead Beat.[47] Dois singles foram lançados, "Wepa"[48] e "Hotel Nacional", ambos alcançaram o primeiro lugar na Billboard Latin Songs. Em novembro de 2011, Estefan apresentou a série "Gloria Estefan's Latin Beat" da BBC Radio 2, no Reino Unido. A série de sete partes explora a história da música latina.[49]

Em 21 de junho de 2012, nasceu o primeiro neto de Estefan: Sasha Argento Coppola Estefan.[50] No mesmo ano, Estefan foi convidada por Ryan Murphy, para interpretar a mãe da líder de torcida Santana Lopez (Naya Rivera), na série musical Glee.[51]

Em setembro de 2013, Estefan lançou o álbum The Standards.[52][53] O álbum apresenta algumas colaborações com artistas como Laura Pausini, Dave Koz e Joshua Bell, e uma seleção de músicas do Great American Songbook. O álbum alcançou o 20º lugar na parada da Billboard 200 dos EUA, marcando seu primeiro top 20 na parada desde 1994. O primeiro single do álbum foi "How Long Has This Been Going On?."

Em 2014, Gloria se juntou a Carlos Santana em seu novo álbum "Corazón", em uma música chamada "Besos de lejos".[54]

Em 2019, Estefan interpretou Mirtha, a irmã mais nova e inimiga de Lydia, no primeiro episódio da terceira temporada da série One Day at a Time da Netflix.[55][56] Gloria também canta o tema de abertura da série.

CarreiraEditar

DiscografiaEditar

 Ver artigo principal: Discografia Completa
Álbuns de estúdio
Ano Álbum
1977 Renacer/Live Again
1978 Miami Sound Machine
1979 Imported
1980 MSM
1981 Otra Vez
1982 Rio
1983 A Toda Máquina
1984 Lo Mejor de Miami Sound Machine
1984 Eyes Of Innocence
1985 Primitive Love
1987 Let It Loose
1989 Cuts Both Ways
1991 Into the Light
1992 Greatest Hits
1993 Mi Tierra
1994 Hold Me, Thrill Me, Kiss Me
1995 Abriendo Puertas
1996 Destiny
1998 Gloria!
2000 Alma Caribeña
2001 Greatest Hits Vol. II
2003 Unwrapped
2004 Amor y Suerte
2007 90 Millas
2011 Miss Little Havana

FilmografiaEditar

Cinema
Ano Título Título em português Papel Obs.
1999 Music of the Heart Isabel Vazquez Estreia como atriz
2000 Little Angelita Narradora Curta-metragem de animação
For Love or Country: The Arturo Sandoval Story Emilia Filme para a TV
2003 Famous: The Making of Unwrapped Ela própria Documentário sobre o álbum
2007 90 Millas Documentary Ela própria Documentário sobre o álbum
2008 Marley & Me br/pt: Marley & Eu Ela própria Participação especial
2009 G-Force br/pt: Força-G Juárez Voz na versão latino-americana do filme[57]
2010 Recording: The History of Recorded Music Ela própria Documentário
Televisão
Ano Título Papel Obs.
1986 Club Med Um episódio
1989 Postcard From Miami with Clive James Ela própria Um episódio
1993 The Hypnotic World of Paul McKenna Ela própria
2000 Frasier Maria Episódio: "Something About Dr. Mary"
2005 A Capitol Fourth Ela própria
2009 Kathy Griffin: My Life on the D-List Ela própria Episódio: "Rosie and Gloria and Griffin... Oh My!"
2010 The Marriage Ref Ela própria Um episódio
2012 e 2014 Glee Maribel Lopez S03E22 ("Goodbye")

S06E08 ("A Wedding")

2016 Jane The Virgin Ela própria S03E03 ("Chapter Forty-Seven")
2019 One Day At The Time Mirtha S03E01 ("The Burial")

VersõesEditar

Ano Título Cantora Album
1993 "Livre da Escuridão (Coming Out of the Dark)" Cristina Mel "Mil Horizontes"
2007 "Eu Vou Seguir (Reach)" Marina Elali "De Corpo e Alma Outra Vez"

Referências

  1. «Gloria Estefan». GRAMMY.com (em inglês). 4 de junho de 2019. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  2. «Estefan Honored By Latin Recording Academy» (em inglês). grammy.com. 19 de Agosto de 2008. Arquivado do original em 8 de outubro de 2009 
  3. «News / Celebrity Counsel For Miami GuitarTown Gloria Estefan Autographs Gibson Les Paul Sculpture "Gateway to the Americas"» (em inglês). gibson.com. 17 de Março de 2009. Consultado em 13 de Janeiro de 2011. Arquivado do original em 9 de março de 2012 
  4. «Greatest of All Time Hot 100 Artists : Page 1». Billboard. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  5. «"Gloria Estefan's mother, singer Gloria Fajardo, dies at 88"» 
  6. «Gloria Estefan: "Like Coming Home, But Not to the Old Cuba"». HuffPost (em inglês). 6 de setembro de 2007. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  7. «One Step at a Time». PEOPLE.com (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  8. «Rhythm of the Cuban kitchen star of new cookbook». Sioux City Journal (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  9. «Gloria Estefan left Cuba as a young child, but the island defines her, and her music». Washington Post (em inglês). 29 de novembro de 2017 
  10. «Singer Gloria Estefan says CIA tried to recruit her as a spy» (em inglês). 6 de março de 2009 
  11. «Gloria and Emilio Estefan Build a Music Empire and a Family Compound». Consultado em 7 de outubro de 2019 
  12. «Latin Pop Icon Gloria Estefan and Emilio Estefan, Multilingual CD The ...». Consultado em 7 de outubro de 2019 
  13. «Gloria Estefan». Billboard. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  14. «Gloria Estefan - Se Tenho Que Te Perder (Don't Wanna Lose You)». Discogs. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  15. «Singer Gloria Estefan Injured in Bus-Truck Accident». AP NEWS. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  16. «Gloria Estefan Breaks Vertebra in Crash as Truck Hits Band Bus». Los Angeles Times (em inglês). 21 de março de 1990. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  17. «10 Months Later, She's Ready to Dance // Gloria Estefan Battles to Comeback After Life-Threatening Crash» (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  18. «This Week in Billboard Chart History: In 1991, Gloria Estefan's 'Coming Out of the Dark' Topped the Hot 100». Billboard. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  19. «Into the Light». EW.com (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  20. «Greatest Hits - Gloria Estefan | Songs, Reviews, Credits». AllMusic (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  21. «Shakira: As Vinte Coletâneas Mais Vendidas». Shakira: PortalShakira. 11 de agosto de 2009. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  22. «World's Best Gloria Estefan Receives Walk Of Fame Star Stock Pictures, Photos, and Images - Getty Images». www.gettyimages.com. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  23. «Gloria Estefan». latimes.com (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  24. «Gloria Estefan delivers a message of freedom in the Vatican» (em inglês). 22 de maio de 2013. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  25. «Gloria Estefan's 'Reach' & More Songs From Latin Artists to Put You in the Olympic Spirit». Billboard. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  26. Inc, Nielsen Business Media (11 de maio de 1996). Billboard (em inglês). [S.l.]: Nielsen Business Media, Inc. 
  27. «60 fatos e curiosidades sobre Gloria Estefan». Consultado em 7 de outubro de 2019 
  28. «VH1-Divas-Live-Gloria-Mariah-Celine-Shania». www.amazon.com. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  29. «Gloria Estefan Music Of My Heart Chart History». Billboard. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  30. «44th Annual GRAMMY Awards». GRAMMY.com (em inglês). 28 de novembro de 2017. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  31. «Gloria Estefan to bid her fans farewell — sort of». East Bay Times (em inglês). 20 de agosto de 2004. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  32. Clark, Michael D.; Chronicle, Copyright 2005 Houston (3 de fevereiro de 2005). «Celebrities heading to Houston for Selena tribute». Houston Chronicle. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  33. ‎Desperate Housewives (Original Soundtrack) by Various Artists on iTunes (em inglês), consultado em 7 de outubro de 2019 
  34. «bestseller/1112bestchildren» 
  35. «Persona del Año 2008: Gloria Estefan». Latin GRAMMYs. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  36. «Gloria Estefan to be Honored as 2008 Latin Recording Academy® Person of the Year». Latin GRAMMYs (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  37. «Winners & Nominees». GRAMMY.com (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  38. «Estefan Revels In Cuban Roots On '90 Millas'». Billboard. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  39. «Emilio and Gloria Estefan give Miami Dolphins celebrity appeal». article.wn.com (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  40. Times, The New York (13 de outubro de 2009). «The White House's Fiesta Latina». The Caucus (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  41. «'Somos El Mundo' Video Premieres, Stars Pitbull, Shakira, Juanes, David Archuleta, Daddy Yankee». Billboard. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  42. «50 Latin Stars Gather To Record 'Somos El Mundo'». Billboard. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  43. Wright, Todd; Sick, Jessica. «Estefan: "Freedom is the Right of Every Human Being"». NBC 6 South Florida (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  44. «Gloria Estefan surprises 'X Factor' auditions». Digital Spy (em inglês). 7 de abril de 2011. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  45. Desk, BWW News. «Gloria Estefan Joins Harry Connick Jr. as Hollywood Bowl Hall of Fame Inductee». BroadwayWorld.com (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  46. «Gloria & Target Team up for Miss Little Havana». web.archive.org. 25 de setembro de 2013. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  47. «Gloria Estefan Records With Pharrell Williams». Rolling Stone (em inglês). 7 de abril de 2011. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  48. «new-gloria-estefan-single-soon-for-sale-on-itunes» 
  49. «About Sounds and Colours | Latin American Music and Culture Website». Sounds and Colours (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  50. «Sasha Argento, es la gran alegría de Gloria y Emilio Estefan». us.hola.com (em espanhol). 9 de abril de 2019. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  51. «gloria-estefan-confirms-glee» 
  52. «Gloria Estefan Returns to Sony Music With New Album of Standards (Video)». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  53. «Gloria Estefan - the standards info». web.archive.org. 22 de maio de 2013. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  54. «LOOK: Carlos Santana Reveals Artists, Cover For First Latin Album». HuffPost (em inglês). 3 de março de 2014. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  55. «Gloria Estefan joins One Day At A Time for season 3». News. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  56. «One Day at a Time | Gloria Estefan é destaque em nova imagem da terceira temporada». Pipocas Club. 22 de dezembro de 2018. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  57. G-Force review. "GLORIA ESTEFAN MÉXICO" Arquivado em 25 de julho de 2012, no Wayback Machine. Gloria Estefan Mexico (em espanhol)

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Gloria Estefan
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Gloria Estefan