Michael Widenius

Ulf Michael Widenius (também conhecido por Monty Widenius; nascido em 3 de março de 1962 em Helsínquia, Finlândia) é um programador finlandês, conhecido por ser o principal autor da versão original do SGBD de código aberto MySQL, um membro fundador da empresa MySQL AB e atual director técnico (CTOchief technical officer) da MariaDB Corporation AB, além de ser fundador e sócio comanditado da OpenOcean.

Ulf Michael Widenius
Michael "Monty" Widenius, 2019
Outros nomes Monty
Nascimento 03 de março de 1962 (59 anos)
Helsinki, Finland
Ocupação CTO de MariaDB Corporation AB.
Co-Fundador de MySQL AB
Autor do fork MySQL Server e MariaDB
Sócio Comanditado em OpenOcean
Página oficial
monty-says.blogspot.com

BiografiaEditar

Após os estudos (não concluidos) na Universidade de Tecnologia de Helsínquia, Widenius começou a trabalhar para a empresa Tapio Laakso em 1981. Em 1985 fundou a TCX DataKonsult, uma empresa de armazenamento de dados (data warehousing) juntamente com Allan Larsson[1]. Em 1995 começou a escrever a primeira versão da base de dados MySQL com David Axmark, lançada em 1996. Widenius é o co-autor do "MySQL Reference Manual", publicado pela editora O'Reilly em junho de 2002 e em 2003 ele recebe o prêmio "empreendedor de software finlandês do ano"[2].

Em 2004 tornou-se director técnico (CTO) da MySQL AB e continua a ser uma das principais figuras por trás do desenvolvimento do MySQL. Foi trabalhar para Sun Microsystems quando esta adquiriu a MySQL AB em janeiro de 2008 e no dia 20 de abril de 2009, foi anunciado que a Oracle estaria comprando a Sun Microsystems o que levou a Windenius em Dezembro de 2009 pedir que clientes da MySQL se organizassem para pedir para à Comissão Europeia impedir a aquisição por precupações de formação de monopólio mas após investigações da Comissão Europeia a compra foi aprovada o que levou Windenius a deixar a empresa em 5 de fevereiro de 2009 logo após o lançamento da versão 5.1 do MySQL, com a qual estava insatisfeito.[3]

Em 2008 Windenius fundou uma firma de capital de risco chamada OpenOcean com um dos diretores do MySQL AB Patrik Backman[4] e seus conselheiros de longa data Tom Henriksson e Ralf Wahlsten.[5]

Apos deixa a Sun ele decide fundar a Monty Program AB com o intuito de criar um fork do MySQL chamado de MariaDB, nomeada após sua filha mais nova, Maria.[6] Este inclui varias atualizaçãos e plugins desenvolvidos pela própria empresa ou por sua comunidade. Monty Program AB fundi sua empresa com a SkySQL, que mais tarde se nomeariam MariaDB Corporation. Ele também é CTO da Fundação MariaDB, um organização sem fins lucrativos com o intuito de promover, proteger e avançar a base de codigos do MariaDB, sua comunidade e seu ecosistema.[7]

A ODBA (Open Database Alliance), fundada em 2009 por Monty Program e Percona em suas palavras será composta de diversas empresas trabalhando juntas para prover suporte e os serviços necessários ao MariaDB, um fork do MySQL de nível empresarial, centrado no desenvolvimento comunitário.

Vida PessoalEditar

Windenius vive em Helsínquia com a sua segunda esposa Anna e sua filha mais nova, Maria. Widenius tem três filhos – My, Max e Maria – que foram as inspirações para os nomes MySQL[8], MaxDB e a distribuição MySQL-Max, e MariaDB[9].

ReferênciasEditar

  1. «Time de administração da MySQL AB». MySQL AB. 23 de fevereiro de 2008 
  2. «Supercellin tiimi on vuoden ohjelmistoyrittäjä». 2003 
  3. Widenius, Michael (29 de novembro de 2008). «Oops, we did it again (MySQL 5.1 released as GA with crashing bugs)». Monty says. Consultado em 18 de fevereiro de 2009 
  4. «Patrik Backman». Linkedin 
  5. «Tech Crunch: Open Ocean Closes New 100 Million Euro Fund» 
  6. «Why is the project called MariaDB?» 
  7. «Liderança». Fundação MariaDB 
  8. «History of MySQL». Oracle Corporation. 26 de agosto de 2011 
  9. «Aria FAQ». MariaDB Corporation AB 


Links ExternosEditar

https://monty-says.blogspot.com/

https://mariadb.com/about-us/

https://openocean.vc/