Michaela Coel

Michaela Moses Coel[1] (Reading, 1 de outubro de 1987), conhecida profissionalmente como Michaela Coel, é uma atriz, roteirista, cantora, compositora, poeta e dramaturga britânica.[2] Em 2016, ganhou o BAFTA para Melhor Performance Feminina num programa de comédia pelo papel de Tracey Gordon na aclamada série Chewing Gum, na qual ela criou, escreveu e atuou como protagonista.[3]

Michaela Coel
Michaela Coel no Peabody Awards 2021
Nome completo Michaela Moses Coel[1]
Nascimento 1 de outubro de 1987 (35 anos)
Reading,  Reino Unido
Nacionalidade Reino Unido britânica
Ocupação Atriz
Emmys
Melhor Roteiro em Série Limitada ou Antológica ou Telefilme
2021 - I May Destroy You
Prémios BAFTA
Melhor Atriz em Série de comédia
2015 – Chewing Gum
Melhor Atriz em Série
2021 – I May Destroy You
Melhor Minissérie
2021 – I May Destroy You

Em 2021 Michaela fez grande sucesso ao lançar sua minissérie I May Destroy You da qual produziu, roteirizou, dirigiu e estrelou. A série teve boa recepção da crítica e lhe rendeu mais dois BAFTA dessa vez de melhor atriz principal e melhor série limitada, e foi indicada ao SAG Awards na categoria de melhor atriz em Minissérie ou Telefilme e ao Emmy Awards em três categorias, sendo elas, Melhor Atriz em Minissérie ou telefilme, Melhor Minissérie ou Telefilme e Melhor Roteiro em Minissérie ou Telefilme.[4]

BiografiaEditar

Michaela Ewuraba Boakye-Collinson nasceu em Londres em 1 de outubro de 1987.[5][6] Seus pais são ganenses.[7] Ela e sua irmã mais velha cresceram em Londres, em Hackney e Tower Hamlets , com sua mãe.[8] Seus pais nunca se casaram e embora Coel vivesse com sua mãe, seu pai permaneceu próximo as filhas ao longo de sua infância. Ela frequentou escolas católicas em East London.[5]

De 2007 a 2009, Coel frequentou a Universidade de Birmingham, estudando Literatura Inglesa e Teologia.[9] Em 2009, ela transferiu sua matricula para a Guildhall School of Music and Drama , onde foi a primeira mulher negra matriculada em cinco anos.[10] Ela ganhou o prêmio Laurence Olivier Bursary, que a ajudou a financiar seus estudos.[11] Durante seu tempo em Guildhall, ela participou do workshop Mark Proulx no Prima del Teatro e fez o Curso de Poesia Kat Francois no Theatre Royal Stratford East .Ela se formou na Guildhall School of Music and Drama em 2012.[12]

CarreiraEditar

Em 2006, Coel começou a se apresentar em standups de poesia em Ealing. Com o trabalho continuou em standups, ela foi encorajada pelo ator, dramaturgo e diretor Ché Walker , que a viu atuar no Hackney Empire, a se inscrever em Guildhall.[13] Como poeta, Coel se apresentou em muitos palcos, incluindo Wembley Arena , Bush Theatre, Nuyorican Poets Cafe e De Doelen , Rotterdam. Ela atendia pelo nome de Michaela The Poet. Em 2012, a peça de Coel, Chewing Gum Dreams , foi seu projeto de formatura em Guildhall. Foi produzido pela primeira vez no Yard Theatre em Hackney Wick.[6] A peça apresentou Coel apresenta uma mulher contando a dramática história de uma garota de 14 anos chamada Tracey.[14] A peça passou a ser produzida pelo Bush Theatre (2012), Royal Theatre Holland (2012), Royal Exchange Theatre (2013) e National Theatre (2014), recebebdno críticas positivas.[15] Coel apareceu no drama do Channel 4 , Top Boy, e teve papéis principais no National Theatre , incluindo o premiado Home e o aclamado pela crítica Medea no Olivier Theatre.[16]

Em agosto de 2014, o Channel 4 anunciou que Coel escreveria e estrelaria uma nova sitcom para televisão chamada Chewing Gum, inspirada em sua peça Chewing Gum Dreams.[17] Seu desempenho lhe rendeu o British Academy Television Awards de Melhor Comédia Feminina em 2016.[18] Ela também ganhou um BAFTA for Breakthrough Talent pelo roteiro da série. Chewing Gum recebeu críticas extremamente positivas. Em 2015, Coel apareceu no drama da BBC One London Spy. Em 2016, ela interpretou Lilyhot na comédia-dramatica de ficção científica E4 The Aliens , que foi filmado na Bulgária.[18]

Chewing Gum voltou em sua segunda temporada em janeiro de 2017.[19] Ela também apareceu nos episódios " Nosedive " e " USS Callister " da série Black Mirror de Charlie Brooker.[20] Ela também teve um pequeno papel no filme de 2017 Star Wars: The Last Jedi.[21] Em 2018, Coel estrelou Black Earth Rising , uma co-produção entre a BBC Two e a Netflix, onde Coel interpretou Kate, a personagem principal. Ela também estrelou como Simone no drama musical Been So Long, que foi lançado na Netflix e recebeu críticas positivas em outubro de 2018. Coel criou, escreveu, produziu, codirigiu e estrelou a série de comédia dramática I May Destroy You, pela qual venceu o BAFTA de melhor em televisão e de melhor minisérie, sendo também indicada a três categorias no Emmy Awards, como melhor atriz em série minissérie ou telefilme, melhor minissérie ou tele filme e melhor roteiro de minissérie ou tele filme. Coel created, wrote, produced, co-directed and starred in the comedy-drama series I May Destroy You, inspired by her own experience of sexual assault.[22] The show launched on BBC One in the UK and HBO in the US in June 2020 to widespread acclaim.[23][24] O programa foi lançado na BBC One no Reino Unido e na HBO nos Estados Unidos em junho de 2020, recebendo aclamação generalizada. Em julho de 2021, Coel foi escalado para Black Panther: Wakanda Forever.[25]

FilmografiaEditar

FilmesEditar

Ano Titulo Papel Notas
2010 Malachi Donna Locke
2014 National Theatre Live: Medea Enfermeira
Monsters: Dark Continent Kelly
2017 Star Wars: The Last Jedi Menbra da Resistência
2018 Been So Long Simone
2022 Black Panther: Wakanda Forever A revelar Filmando

TelevisãoEditar

Ano Titulo Papel Notas
2013 Top Boy Kayla 2 episódios
Law & Order: UK Maid Episódio: "Paternal"
2015 London Spy Jornalista Episódio: "Strangers"
2015–2017 Chewing Gum Tracey Gordon Papel Principal
2016 The Aliens Lilyhot Papel Recorrente
Black Mirror Funcionária do Aéroporto Episódio: "Nosedive"
2017 Shania Lowry Episódio: "USS Callister"
2018 Black Earth Rising Kate Ashby Papel Recorente
2019 RuPaul's Drag Race UK Juíza Episódio: "Family That Drags Together"
2020 I May Destroy You Arabella Essiedu Papel Principal
Prêmios
BAFTA de melhor em televisão e de melhor minisérie
Emmy Awards de melhor roteiro de minissérie ou tele filme
Indicações
Emmy Awards de melhor atriz em série minissérie ou telefilme
Emmy Awards de melhor minissérie ou tele filme
SAG Awards de Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme

Referências

  1. a b «Female Performance in a Comedy Programme». BAFTA TV Awards 2016. 2016 
  2. «Michaela Ewuraba O Collinson - England and Wales Birth Registration Index». FamilySearch. 1987 
  3. Tsjeng, Zing (12 de janeiro de 2017). «Netflix's Rising Star Michaela Coel on Swapping God for Filthy Jokes» (includes video). Broadly 
  4. «Michaela Coel: The 100 Most Influential People of 2020». Time. Consultado em 23 de setembro de 2020 
  5. a b Hattenstone, Simon (4 de outubro de 2015). «Filthy, funny and Christian: the many sides of Chewing Gum's Michaela Coel». The Guardian. Consultado em 15 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 25 de dezembro de 2016 
  6. a b M-Brio Music (6 de setembro de 2011). «Michaela 2.0? The Re-Branding of Michaela The Poet». M-Brio Music. Consultado em 25 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 25 de dezembro de 2016 
  7. Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome EveningStandard-ChewingGum-2015
  8. Brown, Emma (19 de dezembro de 2016). «The Showrunner». Interview. Consultado em 25 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 25 de dezembro de 2016 
  9. «Michaela Coel». Guildhall School of Music and Drama. Consultado em 25 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 6 de janeiro de 2017 
  10. Contributor, Buzz. «Netflix musical starring Michaela Coel shows London as you've never seen it». Buzz.ie. Consultado em 20 de novembro de 2020 
  11. «Michaela Coel (2012)». Guildhall School of Music and Drama. 2012. Consultado em 25 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 25 de dezembro de 2016 
  12. Marshall, Charlotte (21 de julho de 2014). «Introducing... Michaela Coel». Official London Theatre. Consultado em 25 de dezembro de 2016  Parâmetro desconhecido |>archive-url= ignorado (ajuda)
  13. Ross, Jonathan (26 de fevereiro de 2016). «Spoken Word star Michaela Coel performs a poem for Jonathan» (Radio interview). The Radio 2 Arts Show with Jonathan Ross, BBC Radio 2. Consultado em 25 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 24 de junho de 2016 
  14. «TYPT». Talawa Theatre Company. Arquivado do original em 6 de abril de 2016 
  15. «Krunch TYPT:09». Talawa Theatre Company. 2009. Consultado em 25 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 25 de dezembro de 2016. As Michaela-Moses Boakye-Collinson 
  16. «Michaela Coel 'Chewing Gum'». Talawa Theatre Company. Consultado em 25 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 25 de dezembro de 2016 
  17. «Chewing Gum Dreams, National's Shed – theatre review». London Evening Standard. 20 de março de 2014. Consultado em 5 de abril de 2018. Cópia arquivada em 23 de outubro de 2017 
  18. a b «Interview with Michaela Coel». Channel 4. 16 de setembro de 2015. Consultado em 25 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 25 de dezembro de 2016 
  19. Adewunmi, Bim (7 de maio de 2016). «Why I love… Michaela Coel». The Guardian. Consultado em 25 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 25 de dezembro de 2016 
  20. Doran, Sarah (22 de abril de 2016). «Michaela Coel says Black Mirror role is "the most amazing part I've ever played"». Radio Times. Consultado em 25 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 12 de abril de 2017 
  21. «Archived copy». Consultado em 19 de julho de 2020. Cópia arquivada em 19 de julho de 2020 
  22. Rackham, Annabel (11 de junho de 2020). «Michaela Coel: Writing about my sexual assault was 'cathartic'». BBC News Online. Cópia arquivada em 14 de junho de 2020 
  23. Ali, Lorraine (14 de junho de 2020). «Commentary: A new HBO series rethinks the sexual assault survivor story. It's brave and charming». Los Angeles Times. Cópia arquivada em 15 de junho de 2020 
  24. Mangan, Lucy (8 de junho de 2020). «I May Destroy You review – could this be the best drama of the year?». The Guardian. Cópia arquivada em 16 de junho de 2020 
  25. ‘Black Panther’ Sequel Casts Michaela Coel (EXCLUSIVE)

Ligações externasEditar