Michel Djotodia

Michel Am-Nondokro Djotodia (Vakaga, c. 1949) é um militar e um político centro-africano. Havia liderado a coalizão rebelde Séléka e, após um acordo de paz em dezembro de 2012, fora nomeado vice-primeiro ministro em fevereiro de 2013. Assumiu a presidência da República Centro-Africana em março de 2013, após um golpe de Estado contra o seu antecessor François Bozizé.[1] Com o país vivendo uma crise de violência inter-religiosa,[2] o presidente interino foi pressionado a renunciar ao cargo em janeiro de 2014.[3]

Michel Djotodia
Presidente da República Centro-Africana
Período 24 de março de 2013
a 10 de janeiro de 2014
Antecessor(a) François Bozizé
Sucessor(a) Alexandre-Ferdinand Nguendet
Dados pessoais
Nascimento c.1949
Vakaga, Ubangi-Shari
Partido União das Forças Democráticas para a Reunificação

Referências

  1. «Centrafrique: Michel Djotodia déclare être le nouveau président de la république centrafricaine» (em francês). Radio France International. 24 de março de 2013. Consultado em 24 de março de 2013 
  2. «República Centro-Africana enfrenta crise humanitária após massacres». DW. 13 de dezembro de 2013. Consultado em 10 de janeiro de 2014 
  3. «Michel Djotodia, presidente interino da RCA, renuncia». EFE. Consultado em 10 de janeiro de 2014  Texto "data10 de janeiro, 2014 " ignorado (ajuda)

Precedido por
François Bozizé
Presidente da República Centro-Africana
2013 - 2014
Sucedido por
Alexandre-Ferdinand Nguendet
Interino
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.