Michel Jourdain Jr.

Michel Jourdain Lascurain, mais conhecido por Michel Jourdain, Jr. (Cidade do México, 2 de setembro de 1976) é um automobilista mexicano. Foi piloto da CART/Champ Car, da A1 Team México e da Indy Racing League (posteriormente, IndyCar Series).

Michel Jourdain Jr.
Informações pessoais
Nome completo Michel Jourdain Lascurain
Nacionalidade México Mexicano
Nascimento 2 de setembro de 1976 (45 anos)
Cidade do México
Registros na IndyCar Series
Temporadas 1996-1997, 2012-2013
Equipes 2 (Scandia e Rahal Letterman Lanigan)
Corridas 5 (4 largadas)
Títulos 0 (20º em 1996)
Vitórias 0
Pódios 1
Pontos 123
Pole positions 0
Voltas mais rápidas 0
Primeira corrida Estados Unidos Dura Lube 200, 1996
Última corrida Estados Unidos Indy 500, 2013
(não-classificado)
Registros no Mundial de Rali
Equipes Mitsubishi
Ralis 8
Títulos 0
Vitórias 0
Pódios 0
Registros na Champ Car
Temporadas 1996-2004
Equipes 5 (Dick Simon, Payton/Coyne, Bettenhausen,
Rahal e RuSPORT)
Corridas 153 (152 largadas)
Títulos 0 (3º em 2003)
Vitórias 2
Pódios 9
Pontos 546
Pole positions 1
Primeira corrida Estados Unidos GP de Long Beach, 1996
Primeira vitória Estados Unidos GP de Milwaukee, 2003
Última vitória Canadá GP de Montreal, 2003
Última corrida México GP da Cidade do México, 2004

CarreiraEditar

 
Carro de Michel Jordain Jr. na WTCC em 2007.

Filho de um ex-piloto homônimo e sobrinho de Bernard Jourdain, que chegaram a correr na CART nos anos 80, iniciou sua carreira aos 12 anos, onde correu na Fórmula Júnior mexicana, tendo competido ainda nas fórmulas K e 3 de seu país.

Em 1996, aos 19 anos, Jourdain disputou sua primeira corrida na recém-criada Indy Racing League, a Dura Lube 200, pela equipe Scandia, além de participar das 500 Milhas de Indianápolis. Paralelamente, chegou a ser inscrito para seis provas da CART pela Dick Simon, substituindo o compatriota Carlos Guerrero, que havia se aposentado. O máximo que o jovem piloto conquistou foi um 16º no GP de Vancouver. Ainda em 1996 (pela temporada 1996-97 da IRL) disputou o GP de Las Vegas pela Scandia, onde chegou em segundo lugar (único pódio na categoria).

Para 1997, assinou contrato com a Payton/Coyne, trazendo o patrocínio da Herdez. Em sua primeira temporada completa, o melhor resultado de Jourdain foi um 13º em Toronto. Nas outras 2 temporadas com a equipe, as melhores posições de chegada foram um décimo lugar em Vancouver (primeiro top-10 de Jourdain na CART) e um sétimo em Elkhart Lake.

Em 2000, poucos meses após a morte de Walter Payton, um dos sócios da Payton/Coyne, Jourdain não permanece na equipe e assina com a Bettenhausen, novamente levando seus patrocínios. Um oitavo lugar em Detroit e um sétimo em Surfer's Paradise foram os melhores resultados do mexicano na temporada. No ano seguinte, Jourdain consegue seu primeiro pódio na CART ao chegar em terceiro na etapa de Michigan.

Contratado pela Rahal para substituir Kenny Bräck, que foi para a Chip Ganassi, Jourdain emplacou 4 top-5, garantindo ao mexicano o décimo lugar no campeonato de pilotos, com 105 pontos. Na temporada seguinte, a melhor de sua carreira na categoria, obteve suas 2 únicas vitórias, em Milwaukee e Montreal. Com outros bons resultados, Jourdain fechou o campeonato em terceiro, com 195 pontos ganhos. A trajetória do mexicano na categoria (agora Champ Car) encerrou-se em 2004, pela equipe RuSPORT, onde não repetiu o desempenho de 2003, ficando em 12º lugar.

Passou ainda pela NASCAR Nationwide Series, A1 Grand Prix e WTCC, e chegou inclusive a competir em ralis, com um Mitsubishi Lancer Evo IX, entre 2010 e 2011, sem resultados expressivos.

Michel Jourdain Jr. voltaria à IndyCar em 2012, pela Rahal Letterman Lanigan, apenas para as 500 Milhas de Indianápolis. Pilotando um Dallara DW12 inscrito com o #30, classificou-se em 22º lugar e encerrou a prova em 19º. Inscreveu-se para a edição seguinte, agora com o #17, mas não repetiu o desempenho e acabou eliminado no bump-day, após disputa contra Katherine Legge (Schmidt-Peterson) e Buddy Lazier (Lazier Partners).

  Este artigo sobre automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.