Abrir menu principal

Michel Winock

Historiador francês
Michel Winock
Nascimento 19 de março de 1937 (82 anos)
Arcueil
Cidadania França
Ocupação historiador
Prêmios Cavaleiro da Legião de Honra, Prémio Médicis ensaio, Grand Prix Gobert
Empregador Institut d'Etudes Politiques de Paris

Michel Winock (Arcueil, 19 de março de 1937) é um historiador e professor francês.[1]

Filho caçula de cinco filhos, seu pai foi motorista de ônibus sua mãe uma lojista, ele nasceu em Arcueil. Em 1961 ele obteve na Universidade de Paris o doutorado de letras e a agregação de história: sua tese intitulava-se de Crises e ideias de crise na França (1871-1968). Iniciou a profissão de professor de história e geografia ministrando aulas no ensino médio, e depois tornou-se sucessivamente professor assistente, professor em Paris VIII e professor do Instituto de Estudos Políticos de Paris (IEP), lecionando também no exterior.[1]

Colaborou com a revista Esprit em 1962 e tornou-se consultor e diretor literário da editora Seuil. No início da década de 1980 participou da criação da coleção História da Vida Privada, dirigida pelos historiadores Georges Duby e Philippe Ariès, mas não concluiu o trabalho junto de seus colegas.[2] Em 1978, ele co-fundou a revista L'Histoire, visando popularizar os conteúdos de história para o público em geral.[1] Seu trabalho atualmente se concentra na história das ideias e comportamentos políticos.[3]

Referências

  1. a b c «Michel Winock». France Inter (em francês). Consultado em 25 de fevereiro de 2019 
  2. DUBY, Georges. Prefácio à História da Vida Privada. in: História da vida privada, 1: do Império Romano ao ano mil. Org. Paul Veyne. Tradução: Hildegard Feist. São Paulo: Companhia das Letras, 2009. Pág. 7.
  3. «Biographie de Michel WINOCK». Lisez (em francês). Consultado em 25 de fevereiro de 2019