Abrir menu principal
Miguel Ángel López
Miguel Ángel López en el podio del Tour de Suiza 2016.jpg
Miguel Ángel López vencedor da Volta a Suíça de 2016
Informação pessoal
Nome nativo Miguel Ángel López
Pseudônimo(s) Superman
Nascimento 4 de fevereiro de 1994 (25 anos)
Pesca, Boyacá
Estatura 1.72 m
Cidadania Colômbia
Ocupação Ciclista desportivo (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Informação equipa
Equipa atual Astana Pro Team
Desporto Ciclismo
Disciplina Estrada
Função EscaladorVisualizar e editar dados no Wikidata
Amador
2014 Indeportes–Loteria de Boyacá
Profissional
2015- Astana Pro Team
Maiores vitórias
Volta a Espanha: 2 etapas
Volta a Suíça (2016)
Estatísticas
Miguel Ángel López (ciclista) no ProCyclingStats

Miguel Ángel López Moreno (Pesca, Boyacá, 4 de fevereiro de 1994) é um ciclista profissional colombiano que actualmente corre para a equipa kazaque Astana Pro Team.

Índice

BiografiaEditar

2014Editar

Teve uma destacada primeira temporada 2014 em amadores, ganhando a Clássica de Samacá mais 2 etapas e a Volta da Juventude. Mas foi até agosto em onde conseguiu o seu primeiro grande triunfo com a sua vitória no Tour do Porvenir. Em setembro de 2014 se oficializou o seu contrato com o Astana por duas temporadas.[1][2]

2015Editar

Na sua primeira temporada no World Tour, começou competindo no campeonato nacional de estrada da Colômbia, onde ficou oitavo (8°). Em meados da temporada participou da Volta a Suíça, onde finalizou na sétima (7°) lacuna da geral. Em agosto, competiu na Volta a Burgos, ali vestiu a t-shirt de líder por um dia e ganhou uma etapa.

2016Editar

Em janeiro ganhou uma etapa do Tour de San Luis, ocupando assim o quarto (4°) posto na geral e o primeiro na classificação sub-23.

Obteve nesta temporada o seu primeiro triunfo numa competição do UCI WorldTour com a vitória na classificação geral da Volta a Suíça, depois de destacar nas etapas de montanha e tendo uma boa actuação na contrarrelógio individual.

Participou na Volta a Espanha, mas na terceira etapa teve uma forte queda que lhe provocou traumatismo facial e que perdesse várias peças dentais. Na etapa 6, abandonou devido a outra queda e o facto de não poder se alimentar devidamente.[3]

Após a sua recuperação, competiu na clássica Milão-Turin, onde se coroou campeão.[4][5][6]

No mês de novembro, durante um treinamento na Colômbia, sofreu uma queda que lhe causou um rompimento da tíbia. Para a sua recuperação, tomou-lhe aproximadamente 4 meses.[7]

2017Editar

No ano 2017 correu a Volta a Espanha de 2017 no que dá a surpresa ganhando duas etapas ao superar a rivais como Nibali, Zakarin ou Froome. Ao final terminou 8° na Classificação Geral, ganhando o prêmio do periodico "As" de Espanha ao melhor jovem da Volta.[8]

PalmarésEditar

2014

2015

2016

2017

2018

Resultados nas Grandes Voltas e Campeonatos do MundoEditar

Durante sua carreira desportiva tem conseguido os seguintes postos nas Grandes Voltas e nos Campeonatos do Mundo:

Carreira 2015 2016 2017 2018
Giro d'Italia - - -
Tour de France - - - -
Volta a Espanha - Ab. -
Mundial em Estrada   Ab. - - -
Mundial Contrarrelógio   - - - -

-: não participa
Ab.: Abandona

EquipasEditar

Referências

Ligações externasEditar